quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Sondagem relativa ao pagamento das deslocações em serviço oficial

Durante os próximos cinco dias, irá estar disponível na barra lateral direita deste blogue uma sondagem relativa ao tema do pagamento das deslocações em serviço oficial (por exemplo, aqui ou - principalmente - acolá). 

As opções são muito simples, e julgo abrangerem a maioria das possibilidades... ;)

Atualização: peço desculpa aos colegas que já votaram, mas entretanto alguém sugeriu uma opção que me pareceu demasiado pertinente para ser ignorada. Deste modo, tive de elaborar nova sondagem, o que levou a que os votos na anterior fossem eliminados. Agradeço que quem já votou o volte a fazer e que aceite o meu pedido de desculpas.

5 comentários:

  1. Falta a opção : pagam abaixo do estabelecido pela lei! É o meu caso! Em Setembro pagaram a 0.36 e depois baixaram para 0.11 porque não têm certezas acerca da aplicação da lei

    ResponderEliminar
  2. Tem toda a razão, colega. Terei de introduzir um novo inquérito, pois neste já não posso fazer essa alteração.

    ResponderEliminar
  3. A lei é aplicável a todos os funcionários públicos de igual modo, conquanto se desloquem em serviço oficial. Não entendo como umas escolas têm orçamento para pagar e outras se tentam esquivar aos montantes previstos pelo orçamento de estado. Se é ao Estado que compete pagar (são eles mesmo que o reconhecem), que não contem com o nosso escasso dinheiro para servir os seus desígnios. Esta história dos agrupamentos veio poupar dinheiro ao Estado porque, na prática e na maioria dos casos, as despesas decorrentes do trânsito entre escolas estão a ser imputadas aos funcionários. Não entendo como passivamente se deixam levar nesta história. A lei garante-nos esse direito!

    ResponderEliminar
  4. O que se está a passar com os colegas de Inglês do 1º ciclo é uma vergonha: há colegas que se deslocam semanalmente centenas de quilómetros em serviço entre escolas do mesmo agrupamento a quem não pagam nada. Dizem as escolas que não há dinheiro. E esse professores, terão que o ter? Vergonha!

    ResponderEliminar
  5. Era o que faltava terem que usar o próprio carro e não pagarem os 36 cêntimos. Se assim fosse, faltaria ao serviço. Quando faço donativos, escolho bem a quem. O ME não seria.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...