quarta-feira, 4 de novembro de 2015

E quem me disse...

...que ter um segundo filho significava (em acumulação) o dobro do trabalho, enganou-me bem. Será mais o triplo do trabalho, pois para além do habitual a dobrar ainda existe a questão do ciúme. Irra!!!


5 comentários:

  1. Alguém me pode dizer, por favor, quando haverá de novo concurso de professores?

    Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em princípio, se não estou em erro, em 2017.

      Eliminar
  2. Parabéns e muita paciência sobretudo para a menina.

    ResponderEliminar
  3. Primeiro, Parabéns! Segundo, isso é só nos primeiros tempos. Depois a ciumeira diminuiu e há mais os pontos de união e harmonia. Há apenas, nos primeiros tempos ensinar a partilhar. Depois é a amizade que reina. Viva o amor de irmãos...

    ResponderEliminar
  4. Olá Ricardo, isto de ser pai pela segunda vez significa realmente o dobro do trabalho e em certas situações o sentimento é de que é muito mais do dobro.
    Mas se para o Ricardo a questão da adição dos ciúmes, são possivelmente complicados de gerir, para a sua filhota a situação não será mais fácil.
    Deixar-se de ser filho único, trás uma grande alteração sentimental e comportamental numa criança, a sua posição na família até então garantida foi
    abalada pela chegada de um novo membro que "rouba" a atenção dos pais e familiares mais próximos, tem de esperar porque o mano precisa de atenção mais imediata, não pode brincar e fazer barulho como dantes porque o mano está a dormir, não pode ir ao colo do pai ou da mãe porque agora está o mano, não pode brincar com ele porque é muito pequenino..., são muitos nãos que aparecem de uma vez só.
    Equilibrar as necessidades de ambos é que dá um pouco mais de trabalho, e o trabalho mais imediato é com a mais velha, permitir que ela se sinta útil ao ajudar a cuidar do mano ajuda-a a não se sentir posta de parte, como ajudar a dar-lhe a chucha quando chora, fazer festinhas para ajudá-lo a dormir, abrir a fralda ou fechá-la, entre outras situações simples que uma criança pequena possa sentir-se realizada em contribuir para o bem estar do novo membro da família.
    Muita compreensão e paciência e tudo de bom para esta nova etapa.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...