quarta-feira, 24 de junho de 2015

Here we go (again)...



Cambridge e o
Despacho de Organização do próximo ano letivo

Lembram-se de, a 25 de março de 2015, o MEC  ter reunido com a Federação Nacional da Educação para debater o processo de aplicação do PET?

Vai daí a FNE desconvocou a greve porque - entre outras irrecusáveis benesses - o Gabinete de Comunicação do Ministério da Educação e Ciência anunciou que o Despacho Normativo de Organização do Ano Letivo 2015/2016 (DOAL) teria em conta a possibilidade de ser definida pelas escolas uma compensação de caráter anual para os professores envolvidos no processo Cambridge.

 Ora o que eu leio neste Despacho que possa aludir, e ainda assim subjetivamente, a uma eventual compensação para os Examiners  é isto (Artº 4º): 


... e isto (Artº 7º):






Não havendo no DOAL qualquer referência explícita às tarefas inerentes às funções de Examiner no âmbito da aplicação de um (eventual) teste de Inglês, não me parece que venha a ser linear convencerem as escolas que provas, exames e um teste de inglês (seja o PET, seja o que vier a ser, conquanto seja diagnóstico) seja tudo o mesmo...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...