segunda-feira, 1 de junho de 2015

Da constatação do óbvio...

FNE: "Concursos provocam múltiplas injustiças e ultrapassagens”

Comentário: Já todos sabemos que dos diversos critérios de colocação, seja em que tipologia de concurso for, o menos injusto (e reforço a palavra "menos") é a lista de graduação profissional. A "norma-travão" foi o mecanismo inventado pelo MEC para abrir vagas em quadro, no entanto, poderia utilizar o mesmo raciocínio que permitiu justificar a abertura de vagas de quadro de zona pedagógica e, colocar essa vagas à disposição de todos, respeitando a lista de graduação profissional.

A injustiça entretanto gerada com estas entradas em quadro por parte de colegas menos graduados, irá empurrar ainda mais aqueles que estão no sistema há bastantes anos. E as injustiças que agora se criam, dificilmente poderão ser reparadas...

Resta saber qual o interesse na definição deste critério dos 5 anos (assim como na criação de mais um grupo de recrutamento - o 120), por parte deste Governo.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...