quarta-feira, 17 de junho de 2015

Contratos de substituição temporária - cessação do contrato

Depois dos recentes desenvolvimentos relativos a uma sentença proveniente do Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga (podem ler esta situação no blogue do Arlindo - aqui), dificilmente pensei que ocorresse uma resposta administrativa tão rápida. No entanto, relembro que estamos em ano de eleições, e que (quase) tudo é facilitado para obter mais votos.

Deste modo, podem ler a mensagem de correio eletrónico que foi enviada hoje para as direções de escolas e agrupamentos de escolas.



Data: 17 de junho de 2015 às 18:09
Assunto: Contratos de substituição temporária
Para: 

Exm.º (a) Senhor (a) Diretor (a)

Cumpre informar V. Ex.ªs de que nos termos do n.º 9 do artigo 42.º do Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, com a redação conferida pelo Decreto-Lei n.º 83-A/2014, de 23 de maio, «o contrato destinado à substituição temporária de docente vigora pelo tempo necessário à sua substituição ou até ao 3.º dia útil a contar do dia imediato ao da apresentação do docente substituído».

E, no caso do docente substituído se apresentar durante a realização dos trabalhos de avaliação, o contrato mantém-se em vigor até à sua respetiva conclusão (cfr. n.º 10 do art.º 42.º do diploma supra referido).

Por último, e no sentido de uniformizar procedimentos, cumpre ainda informar que os contratos de trabalho em funções públicas a termo resolutivo incerto, celebrados com fundamento em substituição temporária do trabalhador ausente, só cessam antes do termo do ano escolar, ou seja, só cessam antes de 31 de agosto, caso o docente substituído regresse ao serviço.

Com os melhores cumprimentos,

Maria Luísa Oliveira
Diretora-Geral da Administração Escolar"

1 comentário:

  1. É por ser ano de eleições, disso não tenho dúvidas.
    Dão esta migalha com uma mão mas já tinham tirado com a outra - compensação por caducidade.
    Isso deve ser reclamado, em primeiro lugar e para começar, junto do Exmo. Sr. Provedor de Justiça e à Comissão de Educação do Parlamento.
    Reclamar em massa!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...