quarta-feira, 13 de maio de 2015

Burnout

Um terço dos professores à beira do esgotamento 

Comentário: Acresce ainda o facto de 37% dos professores portugueses terem problemas de voz. Quanto à situação de esgotamento é algo de que não padeço, pois há muito que resolvo a questão do excesso de trabalho com um efetivo cumprimento das minhas horas de trabalho (na escola e fora dela), sem o exceder, utilizando excecionalmente uma pequena parte de domingo e atrasando para a semana seguinte tudo o que não for possível. Os alunos não me chateiam... Os Encarregados de Educação também não muito... O esgotamento só se for mesmo o resultante da burocracia e de alguns "estimados" colegas de profissão.

Quanto à voz... Bem... O cansaço é visível, principalmente ao fim do dia e quase sempre após as aulas com turmas vocacionais/profissionais.

Para terminar, este é mais um daqueles "famigerados" estudos que concluem o que todos sabemos, mas que no final não passam disso.

2 comentários:

  1. Ora aí está um colega como eu... nada de trabalhar horas a fio, até de madrugada, fins de semana, roubando tempo precioso às atividades familiares e pessoais. Isso era antigamente...
    Agora, durante a semana, não se trabalha depois do jantar e à 6ª feira pouso a pasta e volto a pegar-lhe no domingo à noite. Tudo o que não se fez será feito na semana seguinte porque o mundo não vai acabar!!! Poupem-se...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente. Temos de nos proteger...

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...