quinta-feira, 26 de março de 2015

E a título de exemplo...

Erro na prova dos professores 

Comentário: Uma das idiotices ministeriais teve reflexo na escola que me viu crescer... Fica parte da notícia, que decerto já todos conhecerão e que se registou em vários outros locais:

"A prova de Português nível 1 realizada esta quinta-feira por 499 professores tinha um erro no enunciado. Os candidatos foram informados do problema quase no fim da prova e foi-lhes concedida mais meia hora, pelo que a prova teve 120 e não 90 minutos. Mas terá havido escolas que não tiveram tempo extra. Foi o caso do Liceu Camilo Castelo Branco, em Vila Real".

E para comprovar que este MEC tem dificuldades em admitir o seu grau de "competência" eis que coloca no sítio do IAVE o enunciado correto e sem qualquer chamada de atenção.

Não tenho qualquer problema com entidades ou pessoas com "elevada autoestima", mas quando insistem em negar evidências ou esconder erros apenas se estão a enganar a si próprias. Ainda bem que estamos próximos da possibilidade de substituição... Pode é ser para (ainda) pior.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...