quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Finalmente...

Nuno Crato promete corrigir fórmula e pede desculpa aos professores 

Comentário: Ainda ontem Nuno Crato não admitia o problema na fórmula, tentando gerir a situação como resultado de queixas de "alguns professores e alguns sindicatos". Em menos de 24 horas "dá o dito pelo não dito", admitindo (mesmo que de uma forma enviesada) o erro.

Demorou muito este mea culpa... A evidência do erro era tão forte, que a teimosia na sua não admissão iria ensombrar qualquer pedido de desculpas. Por motivos óbvios, poucos seriam aqueles que poderiam prever que Nuno Crato o faria.

O facto do sistema de colocação através da Bolsa de Contratação de Escola (BCE) se encontrar "congelado" (quando deveria funcionar "ao minuto") já deixava antever que de uma forma ou de outra o erro estaria a ser "admitido". 

Fico a aguardar com alguma expectativa a confirmação da correção do problema, até porque o problema não se baseia somente na fórmula mas também em problemas resultantes dos subcritérios (não só ao nível da aplicação informática, mas da sua posterior confirmação).

4 comentários:

  1. A RR também parece estar congelada. Sendo pela lista de graduação, com tantos QZP ainda por colocar e depois de aceites as "famosas"rescisões que libertaram horários, tenho dificuldade em entender esta demora.

    ResponderEliminar
  2. Para Asilva: E com tanta confusão e com a demissão do "chefe" da DGAE receio bem que tanto as BCE como as RR se atrasem ainda mais.

    Já não tenho grandes expectativas para esta semana (que termina amanhã).

    ResponderEliminar
  3. uns demitem-se...outros continuam ,mas todos eles continuam a receber o ordenado no fim do mês ....e,os professores,muitos sem desemprego,estão em casa com depressões e.os pais a darem comer aos netos.
    estou farta...
    nunca se viu tamanha vergonha....
    como podem os alunos,com pais desempregados terem boas notas,se as turmas são enormes,estes andam mal alimentados e não têm dinheiro para explicaçoes....só veem megas...e,assim vão vivendo á grande,enquanto outros passam a viver da caridade.

    ResponderEliminar
  4. Parece-me muito injusto que os colegas que foram contratados à luz de uma lista cheia de erros, permaneçam nas escolas...sobretudo, se se tratam de colegas com menos graduação. Injustiça!!!A César o que é de César!!!!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...