quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Não basta ter reservas...

Fenprof com reserva sobre contratos de autonomia 

Comentário: A preocupação da FENPROF é legitima, no entanto, após anos de contratações de escola com critérios manhosos e com muita polémica à mistura pouco ou nada foi feito no sentido de pressionar o MEC a utilizar aquilo que para mim seria o critério menos dúbio (não estará obviamente isento de críticas), ou seja, a graduação profissional.

A questão das entrevistas e de outros critérios seria relevante se não estivéssemos perante uma administração pública (e a escola faz parte dessa administração) permeável a influências externas, e onde frequentemente se mantém aqueles que "já cá estão ou estiveram", não se dando oportunidade para que outros demonstrem o seu empenho ou qualidade profissional.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...