quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Dificilmente...

FNE defende que regras do ano lectivo deve ficar determinadas até Março 

Comentário: Nesta altura de governação "externa", dificilmente acontecerá o que a FNE defende. Aquilo que agora é negociado, discutido ou determinado, tem fortes probabilidades de ser mais tarde alterado, ao sabor de eventuais cortes ou de contenção de despesa. 

O rumo da educação em Portugal é aquilo que os nossos credores quiserem... E quando assim deixar de ser (espero eu) voltaremos ao rumo (ou falta dele) definido pela alternância de cores políticas.

3 comentários:

  1. Para o ano ainda vai ser pior, vão cortar 10% nos vencimentos, vão revogar o artº 79(redução da componente letiva), etc. sempre a cortar...

    ResponderEliminar
  2. A EDUCAÇÃO em Portugal vai ser o que nós, Portugueses, quisermos.As rédeas do nosso futuro e o dos nossos filhos têem que estar nas nossas mãos.Construamos, para nós e para eles uma sociedade do CONHECIMENTO.Cidadãos autonomos, educados e esclarecidos não são nem serão escravos e terão DIGNIDADE.

    ResponderEliminar
  3. E se quiserem que o ano letivo arranque a horas e não haja uma dança constante de professores nas contratações de escola (CE), coloquem todos em Reservas (RR) e acabem com CE... Com tantas trocas, os alunos ficam sem professores muito tempo, ou têm vários professores num mês.......

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...