quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Algo que já se sabia...

Professores contratados em Setembro serão pagos como se dessem aulas desde dia 1  

Comentário: Esta informação constava da circular publicitada pela DGAE no dia 30 de agosto (aqui), mas é sempre bonito ler uma notícia a traduzir aquilo que poderia ter ficado menos claro.

Convém que os colegas contratados se lembrem desta notícia e da circular em causa, na altura da confirmação da contagem do tempo de serviço.

13 comentários:

  1. Aponta para que dia Ricardo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A saída da reserva de recrutamento? Enganei-me no post

      Eliminar
  2. Pergunta idiota, mas se um contratado for colocado nesta 1ª reserva recebendo o ordenado como se tivesse sido colocado a 1 de Setembro, o que acontece ao subsídio de desemprego que entretanto lhe possa ter sido atribuído? Será para devolver, caso seja pago, correto?
    Ou este subsidio nem será pago sendo substituído pelo respetivo e devido ordenado?
    Continuação de bom trabalho com este fantástico blog!

    ResponderEliminar
  3. Boa noite

    Algo que me pergunto... Quando se suspender o subsídio de desemprego qual a data que devemos fornecer ao centro de emprego? A de dia 1 ou a do dia em que nos apresentar-mos na escola. No caso da segunda hipótese estaremos a receber o vencimento e ao mesmo tempo o subsídio?! Muito confuso...

    ResponderEliminar
  4. Duvido da aplicação dessa normativa. E então o subsidio de desemprego? Ninguém viu isso?
    Ou será como a compensação por caducidade: primeiro sai uma explicação ( como calcular!!!); depois as escolas aguardam por autorização (nem todas). ups!!!!

    ResponderEliminar
  5. Os efeitos retroactivos a 1 de setembro mencionados na circular são apenas para contagem de tempo de serviço ;)

    Em termos de vencimento não me parece... mesmo!!

    ResponderEliminar
  6. Então, alguém me explica o que é que os contratados que supostamente "serão colocados" tal como disse o ministro estão a fazer em casa? Será para irem mais uns dias à praia? Colegas, não se fiem neste senhor, este governo é formado por um bando de aldrabões e este não é excepção!

    ResponderEliminar
  7. Marisa.. K são uns aldrabões e não têm respeito pela nossa classe é certo. No entanto, com esta "nova forma" de colocação de profs, o ME consegue ter uma noção bem mais clara de quantos professores são precisos para que o sistema educativo funcione após todas as medidas absurdas e políticas de cortes que temos sido alvos.

    Portanto esta colocação tardia n é assim tão absurda quanto parece...

    Pedro_Norte(chat)

    ResponderEliminar
  8. Obrigada pela existência deste blog que informa e põe em debate os temas de forma clara, objetiva e serena.
    Obrigada pela falta de alarmismos e de ruídos que ecoam noutros congéneres.

    Será mesmo para dia 6, amanhã, a publicação da lista?

    ResponderEliminar
  9. Como quem ficar colocado em setembro terá tudo a contar desde o dia 1 eu ainda não fui pedir subsídio de desemprego.

    ResponderEliminar
  10. Ricardo, antes de mais parabéns pelo seu excelente trabalho.
    Fui colocada com mobilidade por doença e ainda não me foi atribuída componente letiva. Sabe o que me poderá acontecer?

    Obrigado.

    ResponderEliminar
  11. E com esta desculpam-se as escolas para não pagar a caducidade de contrato... Ricardo, talvez possa publicar um artigo sobre este assunto porque ainda há escolas que se recusam a pagar com a desculpa da possível colocação na contratação inicial….ora não tem nada a ver, os advogados são muito claros neste assunto, assim como o ofício / circular que chegou ontem às escolas, e que vem de encontro ao teor da circular nº B13032284J, de 20 de junho de 2013,e do qual consta a indicação para pagar!

    Muitas escolas já estão a processar o pedido de pagamento mas algumas ainda «tentam» não o fazer. Vá-se lá saber porquê! Haja paciência…

    ResponderEliminar
  12. Em relação a este assunto gostaria de partilhar um pouco da conversa que tive com o funcionário que me atendeu no centro de emprego na passada 2º feira (dia 2 de setembro).
    Quando mencionei este assunto durante a conversa o comentário dele foi: Cuidado com isso. Porque ou há um protocolo entre os dois ministérios (Educação e Segurança Social) ou vocês (profº cotratados) podem ter de pagar multa porque só tem 5 dias para comunicarem a nova situação de emprego. Por tanto, se for colocada, como espero, dia 9 ou dia 16 de setembro, nesta altura já está ultrapassado o tal prazo de 5 dias para comunicar a nova situação. O dito senhor diz que ouve colegas no passado que pagaram multa.
    Fiquei um pouco preocupada.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...