quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Não são números finais...

Havia no fim de Julho quase sete mil docentes com horário-zero  

Comentário: São exatamente 6915, os professores do quadro de agrupamento ou escola não agrapada que até 31 de julho foram indicados como não tendo as 6 horas de componente letiva necessárias para não terem de "ir a concurso". Relativamente aos colegas dos Quadros de Zona Pedagógica (que teriam obrigatoriamente de ir a concurso) são 11.412, aos quais se juntam 6217 candidaturas de professores dos quadros de agrupamento ou escola não agrupada que concorreram (voluntariamente) em 2.ª prioridade (ou seja, o anteriormente denominado "Destacamento por Aproximação à Residência).

Tudo somado (e até 31 de julho, ou seja, ainda sem os dados da 2.ª indicação de componente letiva), o número de professores em concurso é de 24.544.

Como estamos a lidar com números provisórios (que não contemplam as indicações das escolas, cujo prazo limite terminou a 13 de agosto) não é possível retirar grandes conclusões sobre a realidade dos "horários-zero".

Coincidência? Pressa para publicitar listas?

Não me parece... Penso que estaremos perante uma estratégia de esconder até início de setembro aquilo que o MEC não quer que se saiba. Deste modo, poderá gerir melhor os números (nomeadamente aqueles que se relacionam com as necessidades das escolas) e otimizar as colocações de modo a cortar ao máximo no número de colegas contratados necessários. Já li outras justificações (que até fazem sentido), mas acredito que a coberto de justificações legais se esticaram prazos de modo a gerar esta situação...

8 comentários:

  1. ISto é mesmo de ficar com os nervos em franja. Sou contratada. Durante a quase totalidade dos 11 anos que leccionei tive horário completo anual. Mudei de armas e bagagens para uma zona com melhores hipóteses de colocação. Fui esperando que a situação ficasse mais estável para alargar a família. No ano passado percebi que o quadro era uma ilusão e resolvi dar o passo. Agora com um bebé lindo de 6 meses no colo, vejo o cenário mais negro de sempre à minha espera.

    ResponderEliminar
  2. Completamente de acordo! Há muitas maneiras de "matar pulgas"...

    ResponderEliminar
  3. BOA NOITE A TODOS.

    EM PRIMEIRO LUGAR, DEJESO MUITA SORTE A TODOS QUANTOS ESTÃO ENVOLVIDOS NESTE CONCURSO, EM PARTICULAR AOS COLEGAS CONTRATADOS.

    RICARDO

    É POSSÍVEL ESCLARECERES O PORQUÊ DE NUM DOS TEUS POSTS EM ATUALIZAÇÃO CONSTANTE (ETAPAS DO CONCURSO) NÃO CONSTAR O APERFEIÇOAMENTO DA CANDIDATURA? ESTE ANO NÃO É POSSÍVEL DESISTIR TOTAL OU PARCIALMENTE DO CONCURSO?

    OBRIGADO PELA ATENÇÃO

    RUI

    ResponderEliminar
  4. Neste momento esse número está longe de corresponder ao real. Os diretores foram autorizados a tirar esses docentes do concurso. Consta até que em alguns casos não atribuiram horário completo a outros docentes para que estes pudessem voltar à base. Poranto há umas centenas de horários zero, aqueles que os diretores não foram pescar.

    ResponderEliminar
  5. Como contratada coloco a questão: perante este cenário, quais as hipóteses de colocação em horário anual completo? Haverá alguns horários para contratados com esta tipologia? Isto porque sendo o número 16 a nível nacional, apenas concorri a estas tipologias, mas agora tenho algumas dúvidas.

    ResponderEliminar

  6. Sim! podem concorrer para a Recolte ( recolha de lixo)se conseguirem vaga estão de parabéns

    ResponderEliminar
  7. Alguém me sabe dizer quando é que se pode fazer a desistência do concurso interno?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...