terça-feira, 30 de julho de 2013

Sob pressão

Pais denunciam pressões de escolas para mudar opções formativas dos filhos  

Comentário: Depois de tanta alteração de última hora, e uma vez que as escolas e agrupamentos de escola se vêem na iminência de perder alunos para outras escolas (que conseguiram de alguma maneira manter determinados cursos do ensino profissional) é quase natural que ocorram pressões. Embora olhe para estas pressões com alguma desconfiança, não posso afirmar que se estivesse à frente dos destinos de uma escola não faria o mesmo.

O problema aqui não reside nas escolas mas sim no MEC de Nuno Crato... Estes cortes feitos a olhar para folhas de excel vão acarretar graves consequências. Não serão imediatas, mas serão visíveis.

7 comentários:

  1. Na minha escola, no ano passado, não deixaram abrir uma turma de CEF que estava prevista e o que aconteceu? Alunos de 7º ano, alguns com 17 anos, que tiveram de ser inseridos no ensino regular e que (como era previsível) pouco apareciam na escola e quando apareciam só davam problemas. É uma tristeza esta política que nós temos. Estamos entregues à bicharada!

    ResponderEliminar
  2. observador avançadojulho 30, 2013 10:34 da tarde

    Vamos assumir: é verdade, os diretores, para agradar, que é como quem diz:para não perderem a clientela, pressionam os pais de todas as maneiras possíveis e até de algumas que aos olhos de alguma sensatez deveriam ser impossíveis. Querem que eu diga? Cá vai: dizem aos pais que se não forem para essas turmas terão notas negativas. Perceberam?!!

    ResponderEliminar
  3. Boa noite.Falo como mãe e irmã de uma professora.O que se esta´a passar é uma verdadeira vergonha.Uma falta de respeito para com os professores, alunos, pais directores e demais comunidade.Tínhamos passagens marcadas para os U.S.A para irmos ver a família.Já desmarcámos tudo, pois estamos à espera da conclusão disto.Tive que justificar esse cancelamento à família e ficaram de "boca aberta",porque alguns familiares meus são professores nos U.S.A.e acharam um grande desrespeito e outras coisas que não digo.E isto porque minha irmã está à espera da abertura de concurso e ainda não sabe qual a prioridade em que vai concorrer.Uma vergonha.

    Um abraço

    Rita Morgado

    ResponderEliminar
  4. daqui a um tempo o centro de emprego serve para tudo...
    profs desempregados cento emprego
    alunos começam a ter só cursos no centro de emprego...lá é tudo fêmeas...
    a escolapublica,evapora-se
    meninos de BEM,COLÉGIO...

    ResponderEliminar
  5. Mais uma vez coloco uma questão...onde está o posicionamento dos sindicatos face a esta atrocidade que tem vindo a ser feito aos professores, com especial destaque aos professores contratados. Até agora não vi nada publicado. com sindicatos assim não vamos mm a lado nenhum.

    ResponderEliminar
  6. Em algumas escolas do privado, até há professors que são convidados a comprar cotas da "empresa". (O assunto não tem nada a ver com o post, mas mostra bem como as coisas estão)

    ResponderEliminar
  7. E os pais? E os sindicatos? E a comunicação social?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...