quinta-feira, 18 de abril de 2013

Proposta de orientação para a organização do ano letivo 2013/2014

Se quiserem conhecer as linhas orientadores para o diploma que irá regulamentar a organização do ano letivo 2013/2014, cliquem na imagem abaixo (link FENPROF).


6 comentários:

  1. Faz muito mais sentido que um coordenador de departamento tenha mais redução que aquela que tem do que os adjuntos. A reduçaõ deveria ser para diretor e sub diretor. E para coordenadores de estabelecimento é um disparate aumentar a redução. Mas isto vai tudo dar ao mesmo pois acabam por fazer as que muito bem entendem. Há até casos em que não fazem uma única hora. E ninguém se mete com eles. Por acaso alguém irá repor verba por não ter feito a componente letiva que a Lei refere explicitamente? Concerteza, é já a seguir...

    ResponderEliminar
  2. Se fosse uma má notícia já teríamos aqui muitos comentários críticos. Quando surge uma boa notícia (mesmo que pequena) parece que ninguém liga...

    ResponderEliminar
  3. Boa notícia para quem? Para os diretores e assessores. Até os coordenadores de departamento levam com os pés. Porque carga de água um adjunto deverá ter mais redução que um coordenador de departamento? Só faz sentido para os diretores que não suportam que os coordenadores tenham algum poder.

    ResponderEliminar
  4. "Informação que apele à maior participação do corpo docente"?!?!?!

    ResponderEliminar
  5. O que faz sentido e ao contrário do que já li aqui, é que efetivamente os coordenadores de estabelecimento, de 1º ciclo, entenda-se, tenham redução parcial da sua componente letiva, consoante o nº de alunos da sua escola. Até 200 alunos redução 50 %, mais de 200 alunos 80 %. Só assim alguém consegue ser coordenador de estabelecimento e responder com qualidade às inúmeras tarefas que este cargo acarreta. Só que não trabalha no 1º ciclo é que não reconhece o enorme trabalho que este cargo implica, e a incapacidade humana que um docente atualmente tem de ter para acumular em muitos casos a coordenação a tempo inteiro com turma a tempo inteiro.Isto é uma realidade em muitas escolas do nosso país onde o nº de alunos não lhes permite ter 50% de redução. Leiam, informem-se e depois reflitam, se estariam dispostos a serem coordenadores de estabelecimento!!!
    João Conceição

    ResponderEliminar
  6. muito bem dito, João!!! Na verdade, parece que é mais fácil os docentes do 1º ciclo conhecerem realidades dos outros ciclos do que o contrário. Os colegas dos 2º e 3º ciclos não devem querer "atacar" ninguém, só ignoram a realidade. Porém informarem-se não lhes fazia nada mal e poderia resultar numa promoção da união da nossa classe, ao invés de alimentar divisões que só nos enfraquecem. Ouço muitos referirem que têm mais de duzentos alunos, esquecendo-se que, em termos de efetivo serviço, transmitem sempre as mesmas matérias (ainda que não da mesma forma) e os professores do primeiro ciclo transmitem uma panoplia de conhecimentos e saberes (também com estratégias diferentes). Certo é que todos temos as nossas complicações, e maiores ou menores dificuldades, e cada um desempenha a profissão que escolheu 8ou mais ou menos). Tenetemos informar-nos sobre os contextos de desempenho de cada um se quisermos "dar palpites" e procuremos apoiar-nos mutuamente. Afinal somos todos professores e estamos todos a sofrer com as alterações no quadro legislativo que não parecem vir melhorar em nada as condições de promoção do sucesso educativo/escolar.
    Tenham uma boa tarde!
    clo

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...