quarta-feira, 26 de setembro de 2012

A proposta de vinculação da FENPROF (reformulada)

Depois de forte contestação por parte de alguns colegas que fizeram chegar à FENPROF a sua discordância relativamente ao primeiro ponto da sua proposta de vinculação, eis que foi feita uma alteração.

Assim, onde antes se lia:

"1. Vinculação extraordinária, com efeitos a 1 de setembro de 2012, de todos os docentes com 3 ou mais anos de serviço que exerceram atividade docente em 2011/2012".

Pode ler-se (aqui):

"1. Vinculação extraordinária de todos os docentes com 3 ou mais anos de serviço, cumpridos até 1 de setembro de 2012 ou completados até ao momento de concretização do processo de vinculação extraordinária, incluindo os que exerceram atividade docente em 2011/2012, ainda que, tendo concorrido, não tenham sido colocados em 2012/2013".

A FENPROF diz que a alteração de deveu "a uma eventual interpretação incorreta do seu primeiro item, e com o objetivo de tornar totalmente clara a leitura, fazendo-a corresponder ao que, verbalmente, foi proposto pela FENPROF na reunião realizada no MEC, em 21 de setembro de 2012"

Bem sei que poderá não ter correspondido ao que terá sido eventualmente proposto na dita reunião, mas existe uma GRANDE diferença entre as 2 frases. Aliás, as propostas traduzem significados muito diferentes... Mas tudo bem, "corrigiram", está "corrigido"...

E quanto às propostas da FNE... Para quando a sua divulgação? Será que vão ser conhecidas por não sindicalistas ou não sindicalizados? Será que ainda aparecem antes das negociações com o MEC? Humm...

17 comentários:

  1. Muito a sério: esta coisa da vinculação extraordinária dá-me náuseas. Acho esta m*e*r*d+a uma afronta a quem anda nisto desde o século passado.

    Jake

    ResponderEliminar
  2. Estes sindicatos estão malucos! Até eles nos enganam! Mas que merda é essa? E quem teve o azar de não trabalhar em 2011/2012 e tem mais de 3 anos de serviço? Acabem com esta merda de vinculação extraordinária! Temos o concurso externo para o próximo ano!! Ou não??

    ResponderEliminar
  3. Não percebo este arrastar de uma situação. Estamos nos finais de setembro, dizem que a vinculação será uma realidade antes de 2013 e passam o tempo em reuniõezinhas nas quais pouco ou nada fazem.
    Além disso porque é que a FNE não apresenta as suas propostas? Será que pensa aceitar qualquer coisa que o Ministro queira?

    ResponderEliminar
  4. divulguem vagas e concurso para quem tem mais 3 anos publico

    ResponderEliminar
  5. 3 anos??? AHAHHA

    Eles nem vinculam que já tem 20 anos disto.


    EU NÃO ACREDITO, ISTO É CONTRA O PLANO DELES.

    ISTO É CONVERSA DE ENROLAR E VÃO ENROLANDO E O TEMPO PASSANDO.

    ResponderEliminar
  6. O NUNO CRATO CRIA TRAPALHADAS.

    Vamos lá ver, existem prof com 20 anos desta merd,, ainda contratados. Alguns (MUITOS)não foram colocados e o Crato vai vinculá-los? Mas eles nem têm colocação porque o crato não quiz e agora vai PROCEDER À VINCULAÇÃO?

    Eu não estou contra, mas há aqui qualquer coisa que não é lógico. Lembram-se da lógica que estudámos no 12ºano? Ou já não se lembram?

    Não lhes deu emprego, mandou-os pastar e agora vincula-os mesmo desmpregados???


    Ó GENTE ESTÁ NA HORA DE USAREM O CERBRO,

    ANDAM A SER ENROLADOS HÁ MUITOS ANOS.

    ResponderEliminar
  7. Isto é um nojo!
    E quem não foi colocado o ano passado por causa da trapalhada dos anuais/temporários?
    sara

    ResponderEliminar
  8. O que se entende por três anos de serviço? 3X365 dias ou três anos letivos? Eu deu auas nos últimos três anos letivos, mas não perfaço os 1095 dias, estarei em condições para a vinculação extraordinária?

    ResponderEliminar
  9. A questão que se coloca é em que grupo vão ficar colocadas as pessoas que tiraram pós-graduações, em EE, mas que sempre exerceram em outro grupo. Será justo para quem trabalhou no 910 ter gente a passar à frente e que nunca exerceu nesse grupo?

    ResponderEliminar
  10. Concordo com jmrcardoso, já vai sendo tempo de se separar o tempo de serviço. O 910 não pode ser tratado como a 2ª alternativa ou a salvação de alguns, exige-se adignificação do grupo e de quem sempre lá trabalhou.

    ResponderEliminar
  11. Deixem-me rir. Com propostas bsurdas e irrealistas como estas como é que a FENPROF pretende ser levada a sério quando iniciar um processo de negociação? Vincular professores mesmo que não tenham sido colocados? E vinculá-los onde? Às respetivas residências?

    ResponderEliminar
  12. Podiam vincula-los às respetivas residências, já que o concurso está cheio de trapalhadas.:)

    Depois despedia-se quem entrou pela porta do cavalo, e passou á frente de muita gente, incluindo renovação de contratos.

    E aí voltar a fazer uma nova recolocação com os vinculados.
    Era uma trapalhada e as pessoas não têm a culpa qeu isto ande ao saber do vento.

    Mas se isto fosse como em outro pais que conheço não haveria esta confusão.

    QuE país mais triste, era um simples concurso com regras simples e seguir a Lei, mas não.

    Queram andar a poupar uns trocos com coisas sérias,
    VÃO VER ONDE ISTO VAI PARAR.

    PORTUIGAL NÃO TEM FUTURO.

    ResponderEliminar
  13. VINCULAÇÃO.


    Em todo o caso vincular professores com muitos anos de serviço mesmo atendendo a estas trapalhadas seria uma justiça, depois para o ano logo se via, se eles tinham colocações ou não.

    No entanto, isto é apenas para enrolar os docentes porque se haver vinculções são meia dúxia em cada grupo, o que é uma gota de água no meio de tanta injustiça e nos inúmeros professores que têm a profissionalização em serviço e têm mais de 10 anos a andar com a casa às costas de serviço público.

    Concluíndo: È tudo uma vergonha.
    Os sucessivos governos enrolam a situação, um dia há um que recebe a bomba nas mão, e ela EXPLODE !

    Por falar em explosões, agora os srs. ministros já têm segurança privada paga pelos contribuintes claro.

    E assim vai esta pouca vergonha.

    ResponderEliminar
  14. jmrcardoso concordo contigo o 910 está uma trapalhada. Deviam contar só o tempo de serviço prestado neste grupo. Há gente a concorrer para ele apenas como oportunidade não por vocação e depois é o que se vê.....

    ResponderEliminar
  15. Será que houve uma licenciatura para lecionar no grupo 910? ou os colegas que lá lecionam, há alguns anos, não terão, também, uma pós graduação, como qualquer outro? Só tendo havido uma licenciatura e tivesse passado, agora, a pós graduação é que perceberia tal indignação por parte desses colegas ...

    ResponderEliminar
  16. Esta história da vinculação só me dá vontade de rir...
    É quem mais faz contas, julgando que vincula. Uns fazem contas para ver se chegam aos aos 10 anos, outros, que entretanto ouviram falar que legalmente podiam vincular ao fim de 3 anos, também se puseram a fazer contas para ver se esticam os dias até aos 3 anos. Como é fácil enganar os professores... eu nem quero imaginar como estes colegas devem ser gozados e enganados pelos alunos. Será que ainda não perceberam que, se houver vinculação, esta vai ser para MUITO POUCOS e as vagas nem vão chegar para todos os que têm mais de 15 anos de serviço?????
    ACORDEM, POR FAVOR!





    ResponderEliminar
  17. se a violaçao domestica é crime a tortura psicologica tambem é.
    os contratados estão a ser torturados psicologicamente há muito.
    fazem o que lhes convem,assim como lhes interessou servirem-se anos a fio a pagar mão de obra barata.
    agora,enjoam com a vinculação...devem querer vincular alguem que entrou pela porta do cavalo.
    justiça seria,ter sempre em consideraçao os anos de serviço no publico,respeitando a antiguidade.uma vez que a não entrada em quadro zona tem sido culpa do sistema e interesse em roubar os profs para encher os bolsos dos politicos.
    é vergonhoso,o acumular tempo com renovaçoes,colocaçoes com criterios manhosos
    safe-se quem puder...
    porque não vinculam os que iniciaram funçoes no ano tal até....sabem muito,

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...