quarta-feira, 14 de março de 2012

Os privilegiados de sempre


Comentário: Já não tenho paciência para estes artigos sensacionalistas que são colocados na imprensa para que a opinião pública se esqueça de corporativismos alheios (aproveito e vou apagar o candeeiro da secretária). Este tipo de análises de estudos da OCDE são recorrentes e por regra, colocados em fases cruciais de negociação ou contestação.

6 comentários:

  1. basta olhar para o nivel de vida dos profs e comparar com funcionarios de empresas publico privadas;pode comparar ainda com outros licenciados juizes,medicos....
    nos ordenados de politicos,nem se fala...
    deixem de bater no ceguinho...
    alguns,os contratados ,já pagam para trabalhar...talvez queiram ,agora,que trabalhe tudo á borla...estatisticas....

    ResponderEliminar
  2. http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=2362501&success=1
    Esta Milú também deveria ser juldada a sério pelo prejuízo que causou aos professores em geral e ao País em particular.

    ResponderEliminar
  3. Grandes dissabores continuaremos a sofrer durante duros e longos anos por causa desta campanha demagógica, que parece ter ganho raízes na sociedade portuguesa.

    ResponderEliminar
  4. No mesmo estudo está também referenciado que os professores portugueses são os que trabalham mais horas, logo o seu ordenado em bem merecido. Acho uma certa piada à forma como vão passando ao publico este tipo de informação, hoje vomitam um bocadinho, amanha outro bocadinho, ou seja, às miginhas, de uma forma descontextualizada e de forma a construir uma imagem disforme de uma classe, da qual cada vez mais me parece que receiam...

    ResponderEliminar
  5. Mas estes números são de quando?
    Relativos a quê?
    Em que contexto surge este relatório?
    Alguém o encomendou?
    Quem forneceu os dados?
    QUem fez as comparações?
    Comparou com que dados?
    Estes "estudos" que surgem assim em momentos estratégicos da nossa história de professores são dúbios.

    Já agora: um novo estudo aponta para que os políticos portugueses são menos competentes do que os seus congéneres europeus.
    Com o número de desemprego a disparar, a precariedade do trabalho a aumentar, o valor monetário do trabalho a baixar, o estudo concluí que a classe governativa portuguesa necessitava de sofer remodelação para uma alteração urgente da situação.
    Ora, não é um bom estudo?
    Foi feito por mim, sobre a atualidade, baseado nos fatos que verifiquei e que obtive de várias fontes de informação.

    ResponderEliminar
  6. looooooool sou tão bem paga que nem dá para acreditar! Estou a 500km de casa, pago renda, alimentação e combustivel. Estando a fazer mestrado, olho para as mãos no final do mes e vejo uma fortuna!!! (nao sou casada, nem tenho filhos)

    Valha-me o Santíssimo...Se alguem que ache isso quiser trocar, esteja à vontade! (é que já não há paxorra para estas m*!)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...