terça-feira, 29 de novembro de 2011

MEC investiga currículos


Comentário: Pois anda... Mas é uma investigação um pouco fraquinha. Em algumas escolas, parece que a investigação se baseia na questão sem posterior confirmação. Dá vontade de ser brincalhão (o que vale é que a esmagadora maioria dos docente são pessoas sérias). Eh eh eh.

Agora a sério.


Parece que o actual Ministério da Educação tem montada uma grande operação para conhecer quais as habilitações que os professores dos quadros possuem, nomeadamente, pós-graduações, mestrados, doutoramentos ou outras formações especializadas. Pessoalmente acho que faz bem, mas que informatize essa informação para que daqui a 2 anos não volte a ocorrer o mesmo.

O objectivo final deste operação é mesmo a de identificar professores que possam vir a integrar a bolsa de avaliadores, previsto no novo modelo de avaliação e que entrará em força no próximo ano lectivo. Esperemos que com esta bolsa venha acompanhada formação específica, caso contrário, receio que tudo ficará na mesma.

Parece-me algo "perigoso" universalizar o conceito de "mais habilitações implicará melhores competências para avaliar docentes"... Existem outras variáveis, que devem ser colmatadas com formação específica na área da supervisão pedagógica. Julgo que a maioria dos mestrados e doutoramentos apenas se restringe a uma área específica e por norma não é a pedagógica. Espero que os sindicalistas se lembrem disto.

3 comentários:

  1. Infelizmente acho que as coisas continuam a piorar.

    ResponderEliminar
  2. Os professores não terem conhecimento do que vai ser submetido parece-me algo"perigoso". Será para beneficiar alguém?

    ResponderEliminar
  3. E muitos desses mestrados e doutoramentos foram tirados enquanto meteram portarias, e enquanto os restantes colegas estavam em sala de aula...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...