domingo, 21 de agosto de 2011

Semana recheada de reuniões...

Esta semana será rica em reuniões entre sindicatos e o MEC... Recordo que amanhã começa a primeira ronda negocial relativa ao modelo de Avaliação do Desempenho Docente (ADD). A discussão e negociação deste tema tão relevante apenas deverá ser concluída a 9 de Setembro, mas nas próximas 3 semanas muita água passará debaixo da ponte negocial. Espero que desta vez, os sindicatos cortem no "teatro" e invistam seriamente na defesa dos direitos de todos os professores.

Na quarta-feira (24 de Agosto), segue-se a discussão de outros temas (informação retirada do sítio da FENPROF), não menos importantes, e que são:

- "Situação dos docentes que, em Setembro, ficarão sem serviço distribuído (contratados e docentes dos quadros) por força da eliminação de horários de trabalho e dos que, reunindo condições para serem destacados por condições específicas, não obtenham colocação";

- "Abordagem e respostas às situações ilegais relacionadas com a carreira docente, cuja resolução é urgente e que constam de documento que a FENPROF entregou no MEC em 18 de julho, p.p.".

Este Verão é mesmo para esquecer... Concursos, negociação da proposta de modelo de ADD e cortes no número de horários, entre outros temas, não nos permitiram relaxar convenientemente. Receio que muitos de nós irão começar este ano lectivo cansados.

22 comentários:

  1. E a saga continua... contra os Sindicatos marchar, marchar....

    ResponderEliminar
  2. Nada de extraordinário há que esperar, os sindicatos vão continuar a defender quem lhes paga as quotas mais elevadas, e os contratados que se lixem e apanhem com toda a porcaria que o ME decida inventar. Estranho nesse documento da fenprof não haver uma única referência à questão da caducidade de contratos, em que o ME tem sistematicamente desrespeitado a legislação aplicável a toda a função pública...

    ResponderEliminar
  3. Sim, ia dizer o mesmo! Não há qualquer referência ao não pagamento da caducidade dos contratos. Algo que é ilegal e todos sabem disso. Mas como os contratados são, sempre foram e sempre serão raia miúda sem dinheiro para pagar a um advogado, os sindicatos nem querem saber disso. Por estas e por outras é que já não contam com a minha quota de sindicalizado.

    ResponderEliminar
  4. Para Luis e LNacrt
    O que vou indicar só tem 1 mês.
    Se quiserem continuar a não saber o que a FENPROF diz sobre a questão da caducidade dos contratos, só precisam de fazer o normalemtne fazem. Não leiam!

    http://www.fenprof.pt/?aba=27&mid=115&cat=94&doc=5724

    ResponderEliminar
  5. Não tem propriamente q ver com o post, mas alguém sabe quando saem os resultados de DACL? Grato.

    ResponderEliminar
  6. E para contratação qd sairão os resultados? Thank's!

    ResponderEliminar
  7. "Espero que desta vez, os sindicatos cortem no "teatro" e invistam seriamente na defesa dos direitos de todos os professores."

    Não poderia estar mais de acordo!! Estou farta da conversa da avaliação quando o ministério continua a contratar professores durante 15 (e mais) anos seguidos sem abrir um concurso para os quadros. Os sindicatos sabem-no e o ministro também - isto não acontece em mais profissão nenhuma. Alguém acredita que um professor que é contratado, ininterruptamente, há 15 anos é uma "necessidade transitória"? Para os senhores que agora se sentam a negociar só tenho uma palavra HIPÓCRITAS!!!!

    Nota: Há colegas nos sindicatos que desempenham bem as suas funções e que são um precioso auxílio para todos nós. Naturalmente não é desses que falo...

    Ricardo, admiro imenso o teu trabalho e agradeço-te pela preciosa ajuda que prestas aos professores que, como eu, te "visitam" diariamente.

    ResponderEliminar
  8. Se os sindicatos ocupassem uma pequena parte do tempo que dispensam ao modelo de avaliação, à luta contra a precariedade dos Professores contratados (existem Professores que celebraram 10, 15 e mais anos de contratos), talvez já houvesse uma resolução.
    Portanto, é de aguardar, o que vai ser negociado sobre este assunto. E, se for ignorado, estará na hora dos Professores contratados apresentarem o cartão vermelho aos sindicatos.

    ResponderEliminar
  9. Estou inteiramente de acordo!

    ResponderEliminar
  10. Defesa de todos os professores? era bom, era. todos, excepto os contratados que para os sindicatos são pouco menos que inexistentes. pois, de vez em quando fazem um comunicadozinho e tal para parecer que se preocupam, mas sabemos como é. Eu, pela minha, parte, ando a contrato há 16 anos - será o 17º se tiver lugar - e nunca notei que hpuvesse preocupação sindical comigo ou com outros em semelhante situação. João- Castelo Branco.

    ResponderEliminar
  11. mais uma que está como "necessidade transitória" desde as calendas gregas: eu!

    uma ainda outra Maria

    ResponderEliminar
  12. Não são só os professores que andam a contrato até terem netos os Bolseiros também, enfim os precários em geral. Estive na investigação em laboratório do estado durante 17 anos findos os quais chegaram à conclusão que tinham dúvidas sobre a minha competência. Esta dúvida determinou a cessação do contrato administrativo de provimento. Agora sou professora contratada :). Afinal a galinha do vizinho é igual à minha.

    ResponderEliminar
  13. backlink solutions seo specialists backlink service backlink building service

    ResponderEliminar
  14. As "necessidades transitórias" nas Escolas já existem há mais de um década. Se os ditos representantes dos Professores tivessem elegido a precariedade como um problema do nosso sistema de ensino, não existiriam actualmente Professores contratados com 10, 15 ou mais anos. A existência de Professores com estes tempos de serviço são a prova de que nada foi feito na última década e meia. Demasiado tempo para invocarem as actuais restrições orçamentais.

    ResponderEliminar
  15. "Demasiado tempo para invocarem as actuais restrições orçamentais"

    Isto aplica-se tanto aos sindicatos como ao Ministério como a todos os que aceitam que esta seja uma situação "inevitável" no contexto actual.

    Será que o Estado me perdoaria uma dívida se eu, ao fim de 15 anos, continuasse a recusar pagá-la, invocando "uma crise económica"????

    Todos entendemos o conceito de transitório mas julgo que ninguém aceita que uma "necesidade transitória" se prolongue por mais de uma década...

    ResponderEliminar
  16. Pois é verdade!
    Quanto à dívida já tinha uma acção de penhora.
    Quanto à responsabilidade da presente situação de precariedade, deve ser partilhada pelos vários agentes. Contudo, aqueles que se dizem representantes (e defensores)dos Professores deveriam ter um papel central e constatamos que não têm sabido (querido!)reparar tamanha situação de instabilidade profissional.

    ResponderEliminar
  17. Pois é... É triste mas é verdade: os nossos "representantes" não têm sabido (querido!) reparar esta situação.

    Vamos ver o que vai acontecer nas próximas semanas e o que o nosso Ministro tem para dizer a este respeito, ele que antes tinha tantas ideias brilhantes...

    Vamos ver também o que dizem agora aqueles que antes defendiam, no Parlamento, a integração dos professores com mais de 10 anos de serviço nos quadros.

    :)

    ResponderEliminar
  18. A Resolução da A.R. que em Abril passado recomendava a integração dos Professores contratados num concurso a realizar em Janeiro deste ano obteve um consenso geral entre os grupos parlamentares. Infelizmente, não se realizou devido termos sido confrontados com a maior crise desde o 25 de Abril.Contudo, a crise não é um argumento que justifique a precariedade de Professores com 10,15 e mais anos de tempo de serviço. (Poderá quando muito justificar os últimos dois. E os restantes?)

    ResponderEliminar
  19. Colocações saem no dia 31
    Professores vão ter três dias para se apresentarem na escola
    23.08.2011 - 13:42 Por João d´Espiney

    As colocações de professores para o próximo ano lectivo vão ser publicadas no dia 31 de Agosto mas em vez de apenas um dia para se apresentarem na escola atribuída os docentes vão ter três dias para o fazer. A revelação foi feita hoje pelo secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) à saída da primeira reunião para discutir o novo modelo de avaliação.

    fonte: http://smartforum.educare.pt/index.php?id=198202

    ResponderEliminar
  20. Listas saem dia 31, está confirmado

    Colocações saem no dia 31
    Professores vão ter três dias para se apresentarem na escola
    23.08.2011 - 13:42 Por João d´Espiney


    As colocações de professores para o próximo ano lectivo vão ser publicadas no dia 31 de Agosto mas em vez de apenas um dia para se apresentarem na escola atribuída os docentes vão ter três dias para o fazer. A revelação foi feita hoje pelo secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) à saída da primeira reunião para discutir o novo modelo de avaliação.

    Mário Nogueira afirmou aos jornalistas que o Ministério da Educação assumiu o compromisso de alterar a lei para permitir que os professores “tenham 72 horas para se apresentarem” na escola onde foram colocados.

    Sobre o novo modelo de avaliação, o líder da Fenprof qualificou a reunião de “útil” apesar de não ter permitido “grandes esclarecimentos”. “Há duas matérias sobre as quais há divergências profundas: a questão das quotas e a implicação nos concursos”, afirmou Mário Nogueira, salientando que ficou estabelecido que na próxima reunião, marcada para dia 29, o Ministério ficou de esclarecer “todas as questões”.

    O secretário-geral desta estrutura sindical garantiu ainda que “a eventualidade de um acordo” está dependente “das progressões” na carreira, actualmente congeladas, e que a posição final da Fenprof “dependerá dos seus órgãos e de uma consulta aos colegas”, que irá decorrer até ao dia 7 de Setembro, dois dias antes da data apontada pelo ministro Nuno Crato para fechar um acordo. Mário Nogueira lembrou, porém, que poderá ainda haver lugar a um pedido de negociação suplementar.

    In: Público

    por professorTEIPadinho,

    ResponderEliminar
  21. 31 de Agosto - Colocações.

    http://www.publico.pt/Educa%C3%A7%C3%A3o/professores-vao-ter-tres-dias-para-se-apresentarem-na-escola_1508824#

    Boa sorte a todos.

    ResponderEliminar
  22. Infelizmente os sindicatos não querem saber dos contratados, sinceramente ninguém quer saber...por isso está na hora dos contratados fazerem o que os contratados gregos fizeram na Grécia. Se não te mexeres vais ficar na caixa de um pingo doce ou a lavar pratos.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...