terça-feira, 23 de agosto de 2011

Concursos e negociação relativa à ADD


Comentário: A notícia cujo link coloquei acima possui imensas informações úteis, que merecem ser sintetizadas. Irei agrupá-las por tema. Assim:

1. No que concerne aos concursos de professores:

1.1. As listas de colocações serão publicadas a 31 de Agosto (4.ª feira);

1.2. Os professores terão 3 dias para se apresentarem na escola;

2. Relativamente às negociações relativas ao modelo de ADD:

2.1. Mário Nogueira qualificou a primeira reunião de útil, no entanto afirmou não terem surgido grandes esclarecimentos;

2.2. Existem 2 temas sobre as quais existem divergências profundas entre FENPROF e MEC:
2.2.1. a questão das quotas;
2.2.2. a implicação nos concursos dos resultados da ADD.

Nota: Em relação à implicação dos resultados da ADD nos concursos de professores, sempre pensei que não existiria divergência e que os mesmos não teriam influência. De acordo com o que consta no artigo, o MEC quererá manter esta influência o que contraria aquilo que eu pensei como sendo lógico, tendo em vista o que havia lido aqui. Advogado do Diabo, tinhas razão... Nuno Crato aparentemente não cede neste ponto.

11 comentários:

  1. Parece impossível... pura demagogia do PSD. Só promessas... O que significa suspensão do modelo de avaliação?

    ResponderEliminar
  2. Quanto mais o tempo passa, mais se confirmam as minhas suspeitas :-(. Nunca acreditei que retirassem a influência na graduação... Depois para que serviriam as aulas assistidas?
    Só me apetece dizer palavrões, posso? :-)

    ResponderEliminar
  3. Para Eu: Nem mais... Ao não retirarem essa "influência" mantêm o motivo pelo qual grande parte dos professores continua a solicitar aulas observadas.

    Enfim... Tenho de admitir que não estava à espera disto.

    ResponderEliminar
  4. Que confusão! Afinal conta ou não conta? Uns juram a pé juntos que não, e agora cai isto em cima?

    ResponderEliminar
  5. Para maria: Até pode ser que caia, mas até agora aqueles que afirmam que caiu estão a encontrar respostas em omissões.

    Até agora não existe nenhum documento escrito onde seja claro que a ADD vai deixar de influenciar os concursos.

    ResponderEliminar
  6. Calma! Ainda ninguém disse que a ADD contava ou deixaria de contar para a graduação!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  7. Para FD: Estamos em negociação... No entanto, as palavras de Mário Nogueira não me deixaram mais descansado.

    Sabemos que a FENPROF está contra a influência da ADD na graduação... Desconhecemos a posição oficial do MEC... Se agora aparece o Mário Nogueira a referir uma divergência profunda em termos de implicação nos concursos da ADD, parece-me que acabámos de descobrir a posição do MEC. Certo?

    Como ainda estamos a meio da negociação, ainda algo pode mudar... Espero que mude.

    ResponderEliminar
  8. Ricardo e restantes
    "Até agora não existe nenhum documento escrito onde seja claro que a ADD vai deixar de influenciar os concursos."


    Até agora não existe, nem existiu, nenhum documento escrito ou declaração oral, onde seja dito que a ADD não vai influenciar os concursos!

    ResponderEliminar
  9. Advogado, concordo inteiramente consigo. Contudo é certo, também, que havia uma abertura relativamente ao assunto. Foi o noticiado em Julho, que terá sido o motivo de gerar expectativas. Não será tanto o facto de a avaliação continuar a ter efeitos nas listas de graduação que choca, mas sim o jogo de palavras e intenções, ainda que indirectamente veiculadas por este MEC, que até há pouco tempo era motivo de esperança e optimismo para muitos.

    ResponderEliminar
  10. Essa da "influência" está por demonstrar.
    Não acredito que permaneça.
    Posso estar errado, mas...

    ResponderEliminar
  11. Mas existe legislação relacionada com a influência da ADD na graduação que ainda não foi revogada, certo? E enquanto isso não acontecer...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...