sábado, 23 de julho de 2011

Um relato do primeiro encontro entre Mário Nogueira e Nuno Crato

Das várias "filiais" regionais da FENPROF, apenas o SPGL deixou transparecer alguma informação mais concreta, relativamente ao que ocorreu na primeira reunião da FENPROF com Nuno Crato (a 18 de Julho). Assim, irei transcrever algumas partes do testemunho de António Avelãs (dirigente do SPGL):

Nota: Os negritos e sublinhados são de minha autoria.

"(...)Um primeiro aspecto que é importante realçar reporta-se à questão da avaliação de desempenho, que está em cima da mesa neste momento. O Ministério afirmou estar em condições de apresentar uma proposta aos sindicatos (e, portanto, aos professores) ao longo da próxima semana. Proposta que será discutida durante o primeiro trimestre do próximo ano lectivo.

No que respeita ao processo de avaliação em curso, se, por um lado, o ministro manifestou a ideia de que é necessário que ele termine, por outro, pareceu haver alguma abertura para que uma das exigências dos professores – a não relevância das menções atribuídas para o concurso que se vier a fazer no próximo ano – possa vir a ser considerada. Não ficou isso garantido, mas todas as intervenções do ministro foram no sentido de concordar com a ideia de que não é adequado aplicar a um concurso nacional avaliações que têm características locais. Há, portanto, uma boa expectativa".

"(...) No que se refere aos mega-agrupamentos eles estão suspensos. Não haverá novos mega-agrupamentos este ano, a não ser que as escolas assim o requeiram. Quanto aos mega-agrupamentos que já existem, parece haver abertura da parte do ministério para fazer a análise de algumas situações perfeitamente ilógicas. Será uma avaliação a fazer ao longo do próximo ano lectivo.(...)"

"Em relação a uma questão que levantámos – a possibilidade de as escolas não atribuírem horários aos professores que pediram aposentação em Dezembro e que portanto provavelmente serão aposentados em Setembro-Outubro, o mais tardar Novembro - o ministério pareceu sensível a essa situação. Esperemos, assim, que seja dada indicação às escolas para que, em relação aos professores que pediram a aposentação em Dezembro, não haja a atribuição de horários, evitando que a sua aposentação venha a prejudicar a escola e, sobretudo, os alunos, que mudariam de professor no final de um mês, mês e meio.(...)"

Mais uma "mão cheia de nada"... Esperava um pouco mais de "sumo" (não muito mais) nos esparsos relatos do "primeiro encontro". Esperemos para saber o que vai acontecer nas reuniões desta semana com os sindicatos.

17 comentários:

  1. Quem pediu avaliação para mt bom ou excelente este ano já não vai beneficiar de mais 1 ou 2 valores na graduação no próximo concurso (2012/2013)! Então e todos os outros para quem já contou este ano? Voltam ao lugar a que pertencem na lista!? Pois... Como é que fica!!?

    ResponderEliminar
  2. Ora vamos cá analisar as novidades do novo Ministro:
    1 - A avaliação não conta para efeitos de concurso, portanto, para os contratados, a avaliação conta para nada. Horas e horas de trabalho atiradas para o artigo cesto. Interessante!
    2 - Megas? Nãã... o povo não gosta de perder o tacho! Coisinhas muito caseirinhas e com autonomia é que está a dar. Olá Valentim Loureiro! Olá electrodomésticos!

    3- Noves fora, nada!

    ResponderEliminar
  3. Aidi
    Ainda não se aprecebeu que as bonificações só são validas para o ano seguinte???
    Eu pensava que esse mito das bonificações "eternas" já estava morto, mas paree que o grau de "distracção" de alguns colegas é superior.


    Para ambas.
    Atenção que isso não foi decido. Não ponham a carrocga à frente dos bois.
    Estão a apanhar demasiadas desiluções por inventarem "factos" como esse.

    ResponderEliminar
  4. Advogado do Diabo
    Sei mt bem que apenas são válidas no ano seguinte! Parece-me é que não leu bem aquilo que escrevi: Próximo concurso 2012/2013! Quem foi avaliado no ano lectivo 2009/2010 com mt bom ou excelente está a ser beneficiado neste concurso 2011/2012! E pelos visto poderá já não ser assim no próximo! O que pergunto então é se quem foi beneficiado irá ou não voltar ao seu lugar! Se a avaliação é injusta este ano tb já o foi nos anos anteriores! Certo?

    ResponderEliminar
  5. Ah! E não estou a inventar "factos" apenas estou a comentar o que o Ricardo aqui deixou:"a não relevância das menções atribuídas para o concurso que se vier a fazer no próximo ano – possa vir a ser considerada."

    ResponderEliminar
  6. Aidi
    Tem mesmo a certeza que sabe que as bonificações só são validas por um ano?
    É que a sua dúvida indica o oposto.

    E Aidi, Se ler com atenção o que o Ricardo transcreveu, verá que o que é dito é que existe a disponibilidade do ME para DISCUTIR esse assunto.
    Entre a possibilidade de discussão de algo e considerar-se que tal já est+a decidido há enorme diferença. Como se diz por cá, já estão a contar com o ovo no cú da galinha quando ainda só se admite a possibilidade de existir uma galinha.

    ResponderEliminar
  7. Ora mto bem Advogado do Diabo. Apoiado! As suas palavras não poderiam ter sido melhor usadas para a colega ALDI. Engraçado que é nesses momentos que uma pessoa se apercebe como as pessoas (classe docente) é hipócrita. Todos contra a avaliação e efeitos na graduação , mas...quando se trata de ter obtido o seu mto bom ou excelente , aí já querem avaliação e seus efeitos na graduação. Enfim ..tanta gente BIPOLAR!!!
    Lurdes Rodrigues

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente ainda está por decidir isso da influência da avaliação na graduação, mas é a minha primeira preocupação. Espero que isso desapareça de imediato.

    ResponderEliminar
  9. Parece que devo estar a escrever chinês! Eu não disse que queria que a avaliação contasse bem pelo contrário! Eu sou contra o td isso! Sp fui! Apenas acho que para serem justos quem já teve mt bom ou excelente deveria voltar à sua posição na lista!Ou será que a avaliação só passou a ser injusta este ano!!???

    ResponderEliminar
  10. Por causa desta "brincadeira" toda vi 182 colegas de "MT bom" e "Excelente" passarem-me à frente! Acham justo?!

    ResponderEliminar
  11. Aidi
    Bem que pode dizer que não, mas ao dizer "Apenas acho que para serem justos quem já teve mt bom ou excelente deveria voltar à sua posição na lista!" está a referir o mito da bonificação "eterna".

    ResponderEliminar
  12. Bonificação eterna!? Subir na graduação pelo tempo de serviço é "bonificação eterna"!? Então o que chama subir na lista de graduação 1 ou 2 valores que correspondem a 1 ou 2 anos de serviço ao serem avaliados de mt bom ou excelente? É que eu sou contratada e a mim como a todos os contratados 1 dia de serviço faz mta diferença quanto mais 1 ou 2 anos!
    Ou será que estamos com algum problema de entendimento e estaremos a falar de coisas diferentes?

    ResponderEliminar
  13. Parece-me que estão a falar da mesma coisa.... Ou seja, a avaliação de MB ou EXC, que confere 1 ou 2 valores de bonificação na graduação, só é utilizada 1 vez, pelo que no ano seguinte se se obter um BOM, a bonificação anterior desaparece.

    O mito da bonificação eterna ainda persiste, no entanto, creio que se terá diluído um pouco.

    Veremos o que sucede para o próximo ano...

    ResponderEliminar
  14. Mas não regride 1 ou 2 valores na graduação! Ou seja os 182 que me passaram à frente vão continuar à frente!Certo!? E eu fico a vê-los passar!!! É a isso que me refiro!

    ResponderEliminar
  15. Aidi
    O que se refere é o tal mito da bonificação eterna.


    Quer ver como funciona na realidade:
    Quem teve 1 ponto de bonficação vai perder esse ponto. Se trabalhou 365 dias, para o ano vai ficar com a mesma graduação que este ano (o ponto de bonificação perdido é compensado com o ponto resultanto do tempo de serviço.
    Quem teve 2 pontos de bonificação, se trabalhou 365 dias, pra o ano a sua graduação será 1 ponto inferior á graduação deste ano (perde os 2 pontos da bonificação mas ganha 1 do tempo de serviço.

    ResponderEliminar
  16. Ok! "pormenorzinho" que desconhecia! Agora entendi.

    ResponderEliminar
  17. Pormenorzito que faz toda a diferença!
    lurdes Rodrigues

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...