quarta-feira, 13 de abril de 2011

30 milhões de euros subtraídos dos salários dos professores, só no 1.º trimestre de 2011

As contas são da FENPROF (aqui) e servem como ponto de referência para aquilo que ainda irá ocorrer até ao final deste ano civil. Mas ainda podemos extrapolar mais... Este será o mínimo de referência para compreender aquilo que previsivelmente irá ocorrer quando o FMI começar a controlar Portugal.

1 comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...