terça-feira, 19 de outubro de 2010

Impacto na Educação em 2011 das Medidas de Racionalização de Recursos.

A colega Ana colocou um comentário a este post, onde constava a seguinte questão: "E O Estudo Acompanhado? Tb vai acabar? Li algures essa possibilidade.(...)"

Como já vários colegas fizeram essa questão, não só em comentários mas principalmente pelo correio electrónico a resposta fica aqui. O acabar com o Estudo Acompanhado consta de um pacote de medidas mais global que consta no Relatório do Orçamento de Estado para 2011 (mais concretamente na página 65). Coloco de seguida uma imagem onde constam a maioria das medidas de "corte", incluindo aquela que foi o motivo pelo qual redigi este post (e que se encontra em 2.º lugar na lista abaixo). Vejam lá qual é o primeiro...

6 comentários:

  1. Há uma área que não aparece explícita e que tem vindo a sofrer sucessivos, o Ensino Especial. Por outro lado, uma Escola com orçamento mais curto será uma Escola com menos capacidade de oferecer apoio social aos seus alunos, o que será dramático conhecendo nós o impacto dos cortes no emprego e no orçamento das famílias. Se neste momento só 30% dos alunos conclui o ensino secundário, nos próximos anos este número tenderá a cair e não há escolaridade obrigatória que possa vir a inverter esta consequência óbvia.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada, Ricardo!
    EStamos feitos para o ano!
    O corte de horários vai ser enorme! Pobres contratados (onde me incluo).
    Ana

    ResponderEliminar
  3. Ora cá está a não novidade: "Governo cancela concurso extraordinário de professores".

    http://economico.sapo.pt/noticias/governo-cancela-concurso-extraordinario-de-professores_102120.html

    Um abraço.

    P.S. Reparem no pormenor do "mapa de pessoal", outra não novidade!

    ResponderEliminar
  4. FD,

    O anúncio só confirma o que já sabíamos, mas acho que a ministra devia ter acrescentado um "desculpem qualquer coisinha"... Quanto aos "mapas de pessoal" é uma ideia fixa que talvez venham a recuperar um dia quando resolverem que se pode fazer concurso (coisa que não deve ser para 2013, infelizmente, provavelmente só para as calendas gregas).

    ResponderEliminar
  5. PSD propõe que reembolsos de IRS possam ser pagos com títulos do tesouro... só ideias giras. Cada um com uma proposta mais brilhante do que os outros. Em cima dos cortes nas deduções... Fantástico.

    ResponderEliminar
  6. Neste momento é muito importante conseguir um compromisso ESCRITO de que a legislação que aponta para concursos em 2013 não vai ser alterada e é importante que esse compromisso ESCRITO comprometa todos os grupos parlamentares, sem excepção. É também importante conseguir compromissos no sentido de a avaliação deixar de pesar na graduação para efeitos de concurso, desde já, o que implica conseguir que a legislação nesse sentido seja revogada e não apenas contornada.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...