quarta-feira, 21 de abril de 2010

Provedoria preocupada...

No jornal i a 21/04/2010: "O secretário geral da FENPROF, Mário Nogueira, classificou hoje de "extremamente importante" a reunião que teve na Provedoria de Justiça, adiantando que este órgão já estava a acompanhar queixas de professores e tinha aberto um processo sobre os concursos.

"A Provedoria, preocupada com o que poderia vir a acontecer e tendo já recebido queixas de professores, já tinha um processo aberto precisamente sobre os concursos", disse Mário Nogueira aos jornalistas no final de uma reunião com a provedora adjunta Helena Vera Cruz Pinto e a equipa para as questões de Educação.
(...)
A delegação da FENPROF deslocou-se hoje à Provedoria de Justiça, em Lisboa, para manifestar as preocupações dos professores relativamente à consideração da avaliação de desempenho no concurso a decorrer até sexta feira para professores contratados.

Também hoje, Mário Nogueira disse ter sido surpreendido com "uma novidade" no site da Direção Geral de Recursos Humanos: "As pessoas podem pôr a classificação quantitativa que tiveram, ainda que não corresponda ao intervalo da qualitativa, mas também hoje percebemos aqui que isso tem alguma coisa de ilegalidade".

O sindicalista considerou que há ainda outro problema porque há professores que já concorreram, além de "um conjunto de outras situações extremamente preocupantes".
(...)
Falando aos jornalistas no final da reunião, o líder da FENPROF exemplificou ainda que professoras em licença de maternidade no ano passado não foram avaliadas e que só têm a avaliação de há dois anos, em que não houve o mesmo tipo de avaliação: "Nem sequer podem concorrer. Se colocarem estão a falsear os dados e, portanto, não podem ser validados".

Na Madeira, frisou, não houve sequer avaliação. Num primeiro momento foi atribuída uma avaliação de "Bom" e agora, de acordo com Mário Nogueira, "o Governo Regional - sem que o Governo da República soubesse - decidiu atribuir 7,2 a toda a gente", um dos valores possíveis dentro desta classificação."

Ver Artigo Completo (iOnline)

------------------------
Comentário: Quanto à questão da ponderação da avaliação do desempenho na graduação não existe nada de ilegal, como tal, a Provedoria nada poderá fazer de concreto. Quanto às injustiças das situações enumeradas (por exemplo, o caso de colegas em licença de maternidade), essas sim poderão ser solucionadas pois estamos a falar de "omissões". Pelo menos esse é o meu entendimento...

E mais não digo para bem da união e da futura eventual provável mas com fortes hipóteses de sair fraquinha luta organizada pelos sindicatos. ;)
------------------------

10 comentários:

  1. Ricardo, embora não possa dizer que discordo totalmente do que dizes, penso que não é bom pra os professores começarem a ler pelos blogs que, seja qual for a forma de luta, esta vai sair fraquinha. Penso que mais do que nunca nos devemos mostrar disponíveis e bem acordados para o que der e vier, já que temos um PM teimoso, é necessário mostrarmo-nos mais teimosos que ele. Espero que os colegas não se deixem vencer pelo cansaço ou pelo medo.

    ResponderEliminar
  2. Também sempre coloquei essa questão da licença de maternidade. Mas não há nada que a equipa do ME não resolva, só temos é que ser pacientes porque não faltam iluminados para nos entalarem, até porque nós deixamos...e se calhar muitos até gostam destas coisitas...

    ResponderEliminar
  3. Os sindicatos devem ser apoiados... Quanto a isso não podem haver dúvidas. É com eles (e não contra eles) que os professores têm de lutar.

    No entanto, não os podemos isentar de críticas, principalmente quando estamos perante graves erros estratégicos para os quais foram avisados (pelo menos, por email).

    Sei perfeitamente que sem sindicatos estariamos pior, mas provavelmente (e no caso da ponderação da avaliação) poderiam fazer um pouco melhor. Deixo um conselho: Evitem as maratonas negociais. Pode ajudar...

    Agora a sério, eu compreendi o que queres dizer e só depois de ter colocado o post reparei que a "graçola" poderia ter um erro pernicioso. Mas agora já está...

    ResponderEliminar
  4. Para Eu: Esta equipa ministerial irá acabar por conseguir tapar todos os buracos jurídicos deixados pela anterior. E quando o fizer, muitos problemas serão solucionados (não os nossos, obviamente).

    ResponderEliminar
  5. Anónimo das 10:29
    Com os sindicatos que temos, neste particular em discussão, bem merecemos o PM que nos saiu na rifa, sabe.
    Quanto aos juízos de valor que formula: 1, os responsáveis pelos blogues são livres-pensadores, parece-me, 2, banhos de realidade não fazem mal a ninguém e, de facto, por muito que custe ouvir, incluindo aos sindicatos, não há nada de ilegal na ponderação da avaliação para efeitos de concurso, pena é que muitos só tenham descoberto isso desde o aviso de abertura.

    ResponderEliminar
  6. A mim começa a irritar-me que o óbvio raramente seja acautelado com tempo. Só espero que se acautelem com tempo questões importantes relativas ao eventual concurso de vinculação para o próximo ano.

    ResponderEliminar
  7. É isso mesmo Ricardo, e mais importante que tudo, sempre com simpatia, pois já ouvi por aí algumas vezes pessoas a dizerem: "Mas esta Ministra até que é bem simpática, blá, blá..."
    É preciso recuperar alguma da confiança que foi perdida, ou isto não fosse tudo um jogo estratégico onde os peões somos nós...
    Mas lá está, há quem goste e muito.

    ResponderEliminar
  8. Já agora, Anónimo, não parece igualmente bonito e simpático subestimar a inteligência e o espírito crítico dos professores que lêem os blogues que apostam que o resultado da luta vai ser fraquinho ;).

    ResponderEliminar
  9. Diário de bordo

    Boa tarde,

    Quinta-feira, 22 de Abril de 2010.
    Terminam amanhã os concursos e ainda não se avistam as notas da Profissionalização em Serviço de 2009...
    Não chegava ter sido prejudicado o ano passado que não concorri, que este ano...concurso, renovação de contratos para oferta de escola, etc...
    Quase que não concorria, quase...
    A viagem está a correr mal...encalhei no lodo! Os Reis do pântano são simplesmente nojentos!
    Vamos em frente, sem esperança ao olhar para isto tudo!
    Bateu no fundo este rio...

    Até ao regresso.

    MC

    ResponderEliminar
  10. Olá!
    Gostaria de saber o que vai acontecer aos professores que leccionaram em AEC´s em anos anteriores e que não tiveram avaliação. É bastante preocupante!!! Ajudem, por favor!
    António

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...