quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Mais uma vez... A Educação Especial.

Educação Especial marcada por falta de professores e técnicos.

Comentário: Os resultados de um inquérito da FENPROF permitiram concluir que "cerca de metade dos docentes de Educação Especial colocados por oferta de escola não têm especialização". A classificação internacional de funcionalidade (CIF), incapacidade e saúde que entrou em vigor em Janeiro de 2008 (se não estou enganado) também veio "ajudar à festa" da "despromoção" da Educação Especial. Aqui está mais um tema que deverá merecer a atenção da actual equipa ministerial, e que espero, não venha a ser (tal como muitas outras áreas) alvo de mais um "remendo". Era importante que de uma vez por todas, se começasse pelos "alicerces" e não pelo "telhado".

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...