sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Bom fim-de-semana...

E como estamos numa fase de impunidade nacional...

Música dos "Papa Roach" - (Tema: Getting Away With Murder).

6 comentários:

  1. Olá. É só para comunicar a existência destes blogs:

    olhequenao.wordpress.com

    e

    snyatie.wordpress.com


    Abraço. JG

    ResponderEliminar
  2. “E esta, hein?” como diria Fernando Pessa.
    FNE — Federação Nacional dos Sindicatos da Educação — Cancelamento de registo!
    http://bte.gep.mtss.gov.pt/completos/2010/bte7_2010.pdf
    Vejam bem na página 622! "Por sentença de 23 de Novembro de 2009 da 8.ª Vara — 3.ª Secção do Tribunal da Comarca de Lisboa, transitada em julgado em 11 de Janeiro de 2010, proferida no processo n.º 2206/08.5TVLSB, que o Ministério Público moveu contra a FNE — Federação Nacional dos Sindicatos da Educação, foi declarada a nulidade dos estatutos e a consequente extinção da referida federação sindical por os estatutos violarem o n.º 4 do artigo 479.º e o n.º 1 do artigo 492.º, todos do Código do Trabalho.
    Assim, nos termos do artigo 456.º do Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 14 de Setembro, é cancelado o registo dos estatutos da FNE — Federação Nacional dos Sindicatos da Educação, efectuado em 4 de Novembro de 1982, com efeitos a partir da publicação desta notícia no Boletim do Trabalho e Emprego."
    Extinção da FNE?
    Era só para informar, nem comento!
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  3. Se com a anterior Ministra tivemos um período conturbado, agora estaremos perante um clima de guerra total. E há razões de fundo para isso. É bom que se explique à população os graves cambalachos em que esta gente se e nos mete. Para vos dar um exemplo do espírito de revolta que se vive descrevo o que se passou a propósito da aposentação. Partindo do argumento que seria necessário poupar dinheiro os governantes decidiram o sesuinte:
    - Professores com tempo de serviço em monodocência poderão aposentar-se, não aos 55 anos de idade e 36 de serviço como até então, mas aos 52 de idade e 32 de serviço. Percebem? Ninguém percebe!
    Depois, para explicarem o inexplicável, referiram que se deveria ao facto dos prof. dos 2.º, 3.º cilcos, ensino especial e ensino secundário beneficiarem de redução parcial da componenente lectiva. Percebem? Ninguém no seu perfeito juízo percebe.
    A seguir, quando lhes perguntaram: Então e os que estiveram dezenas de anos nos sindicatos com redução total da componente lectiva? Aí disseram: Isso agora não interessa para nada. O que interessa é que não há dinheiro e portanto... vão-se lixar!

    ResponderEliminar
  4. Amigo, obrigado por tudo.

    A minha situação profissional é idêntica à tua…

    Enviei para o excelentíssimo Mário Nogueira as nossas preocupações em relação ao vazio legal do novo ECD!!!

    Novamente, obrigado por tudo…

    Parabéns pelo magnífico trabalho.

    Apesar de não comentar todos os dias, quero te dizer que visito a tua página todos os dias…


    Um grande abraço,

    Filipe Alves

    ResponderEliminar
  5. Enviei-te por mail a resposta do excelentissimo Mário Nogueira à questão dos QZP.Falta-lhe alcance de visão e não considera que fica aberto um vazio legal.
    Manuel

    ResponderEliminar
  6. Nada recebi, Manuel. Se pudesses voltar a enviar, agradecia...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...