sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

A salvaguarda das expectativas...

Não conheço as estatísticas relativas às candidaturas ao Prémio Nacional de Professores, mas é sempre importante não defraudar quem se candidatou ao referido prémio. Nem que sejam meia dúzia, já são muitos... E importa que não fiquem tristes ou desiludidos por não terem tido tempo para realizar a candidatura ou não a verem devidamente analisada e ponderada ao bom estilo estatal.

Chega de "ironia" e vamos ao que interessa. No Diário da República de hoje, foi publicado o seguinte despacho:


"Considerando que no corrente ano não se torna possível dar cumprimento à calendarização prevista e estabelecida pelo despacho n.º 7345/2009, de 3 de Março, no que se refere à 3.ª edição do Prémio Nacional de Professores;
Importando salvaguardar as expectativas criadas pelas candidaturas entretanto apresentadas;
Sem prejuízo de futuros ajustamentos que se venham a revelar adequados relativamente a futuras edições deste tipo de prémios;
Tornando-se necessário alterar alguns dos números do despacho que aprovou a actual edição do Prémio Nacional de Professores, designadamente no que se refere a matérias de suporte dos respectivos encargos e ainda de concretização da sua calendarização:
Assim, determino:
(...)
2 — O n.º 8 do despacho referido no número anterior é alterado, passando a ter a seguinte redacção:
«8 — [...] O processo de análise e selecção das candidaturas deve estar concluído até 31 de Janeiro de 2010.
A cerimónia de atribuição e divulgação dos prémios deve ocorrer até 31 de Março de 2010.»
10 de Dezembro de 2009. — A Ministra da Educação, Maria Isabel
Girão de Melo Veiga Vilar."

Para quem estiver interessado, fica aqui o link com as condições que permitem realizar a candidatura. Eu coloco aqui os "requisitos" só para irem "avisados":

- Ter promovido o sucesso dos alunos e a qualidade das aprendizagens;
- Ter promovido o desenvolvimento do ensino experimental das ciências e a criatividade nas escolas;
- Ter promovido a diminuição do insucesso e do abandono escolares, bem como a inclusão e a integração de alunos em situação difícil;
- Ter orientado a sua actividade profissional tendo em conta processos de avaliação e reflexão sobre as práticas de ensino;
- Ter colaborado com os pais e com a comunidade educativa, desenvolvendo esforços tendentes à integração social dos alunos;
- Ter contribuído para a melhoria do funcionamento e da organização da escola;
- Ter contribuído para a formação e para a integração de novos professores;
- Ter contribuído para a difusão de boas práticas educativas.

Resta escrever aquilo que vocês já conhecem: O Prémio Nacional de Professores tem o valor de € 25 000! Um valor suficiente para cobrir alguns "erros" de reposicionamento...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...