segunda-feira, 23 de março de 2009

O verdadeiro «choque» tecnológico.

Na semana passada, tive a oportunidade de visitar uma escola do 1.º ciclo. Até estava em boas condições, no entanto, lembrei-me deste pormenor. Os putos estão a ser equipados com o melhor que há em termos de tecnologia. Bem… Não me sinto bem a mentir. Eram mesmo os «famigerados» “Magalhães”. Presumo que a versão sem erros ortográficos. Adiante… Depois de olhar para a sala em questão, pensei no seguinte:

Ok… Portáteis a dar com «um pau» (recebidos a «conta-gotas»), os miúdos todos contentes (os que já o receberam), a colega que descobriu que aquilo vai servir mais para a «jogatana» que para outra coisa… Enquanto deambulava pela sala, lembrei-me disto: Os portáteis têm um limite de autonomia em termos de bateria. Humm. Resolve-se bem. Ligam-se os «Magalhães» às tomadas, pensei eu. E depois de muito olhar encontrei... 3 tomadas! É lá! 3 tomadas?! Vai ser um problema. Nada disso. Umas triplas nas tomadas e está o problema solucionado. Com sorte, o quadro aguenta no Inverno e nada se vai queimar (nem os portáteis nem os miúdos). É o «choque tecnológico» no seu esplendor. Espero que ninguém o sinta na pele. É que ainda são 220 volts.

Porque é que optei por escrever este post? Porque curiosamente, comprei hoje a revista "Sábado" e deparei-me com um editorial, que abordava mais ou menos o mesmo tema. Coincidências...

6 comentários:

  1. Ricardo
    como posso saber quem são os titulares no grupo 200? obrigada

    arca de coisitas

    ResponderEliminar
  2. Boas Ricardo, lê o mail acerca deste tema que te enviei.. tens lá mais "anedotas" acerca do famoso lol

    ResponderEliminar
  3. Assim está explicado para onde é que levaram as fichas triplas que estavam na sala de professores...

    Gracinhas à parte, acreditas que na escola onde estou apenas é possível ligar 3 computadores ao mesmo tempo na sala de prof's...

    A razão é só existir uma ficha tripla!!! Dizem que não há mais nenhuma...

    Bibó xóke tek nulójicu!!!... :P

    ResponderEliminar
  4. Isso é um problema que já existe na minha escola, há 3 anos, com os portáteis da iniciativa do CRIE. As salas apenas dispõem de 2 tomadas. Solução? Extensões, triplas, mudanças de mesa para mais perto da tomada de energia..., enfim, casas começadas pelo telhado. Com o "migalhães", naturalmente, isto devia ter sido acautelado mas as eleições são já ali ao virar da esquina e lixo informático a pataco enche mais os olhos ao povão do que instalações eléctricas condignas, eficientes e seguras!

    ResponderEliminar
  5. escolas de primeiro ciclo apetrechadas de tanta tecnologia.. mais os mp4 e as pens que eles levam para transferir jogos de uns Magalhães para os outros (e com eles os vírus)... e tantas coisas básicas em falta.. mas enfim se se gasta o dinheiro em Magalhães para os meninos é claro que não sobra para o que realmente faz falta (materiais, mais auxiliares, contratar empresas ou pessoas que façam comida a sério para as cantinas escolares, etc. etc.) Mas enfim, mal alimentados mas de «barriga cheia» de Magalhães e tecnologia...

    ResponderEliminar
  6. Apostam na tecnologia, mas não apostam na verdadeira formação. O Plano Tecnológico não passa de «areia para os olhos».

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...