sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Fenprof vai prolongar greve dos avaliadores.

No Jornal de Notícias a 13/02/2009: "A Fenprof vai entregar um novo pré-aviso de greve, para prolongar o período em que os avaliadores podem invocar esse direito para não observarem as aulas dos docentes - é uma das medidas de luta anunciadas.
(...)
Um dos motivos que vai levar os professores a tribunal são as notificações que a Fenprof classifica de "ilegais" e que os docentes têm recebido dos presidentes de conselhos executivos por não entregarem os seus objectivos individuais. "Há diversas", alegam: desde as que se limitam a informar do fim do prazo, às que adiantam que os OI serão fixados com base no projecto educativo, até às que - com base no site da Direcção-Geral de Recursos Humanos da Educação, acusa a Fenprof - avisam os docentes que não poderão entregar a ficha de auto-avaliação e incorrerão em consequências legais. Ontem, no entanto, chegou ao JN uma outra notificação em que o PCE de um agrupamento do distrito de Lisboa, informa os seus docentes que por não existir "nenhum normativo legal que obrigue à apresentação dos OI", todos "estão em condições de serem avaliados desde que no final do ano lectivo entreguem a ficha de auto-avaliação". Hoje, a Fenprof faz um balanço das negociações."

Ver Artigo Completo (Jornal de Notícias)

------------------------
Comentário: É triste mas é verdade... Existem notificações para todos os gostos. E já não são de agora. Há muito que estão a ser enviadas, no entanto, só agora a FENPROF decide agir. Estranhamente coincidente com o parecer de Garcia Pereira. É bom para nós, que também os sindicatos entrem nesta batalha jurídica, mas já o deveriam ter feito. Mais uma vez, foi necessário que os professores se juntassem num movimento, para que a FENPROF decidisse fazer algo. Que triste...

Quem quiser ver uma boa reclamação para as notificações dos PCE, relativas à não entrega dos Objectivos Individuais, clique aqui.
------------------------

2 comentários:

  1. Há muito que estão a ser enviadas? Na minha zona só começaram a ser enviadas esta semana e ainda existem várias escolas onde nem sequer acabou o prazo de entrega dos objectivos individuais. Colega, para bem de todos nós, não vale a pena insistirmos em discursos que promovem a divisão. Nesta luta temos que estar juntos, movimentos e sindicatos. Todos fazem falta.
    Carla

    ResponderEliminar
  2. Colega, não era minha intenção, fomentar divisões. Como disse, e bem, na sua zona as notificações ainda são «novidade». Na minha, nem por isso... E por aquilo que pode ler neste e em outros blogues, as notificações abusivas já são conhecidas há pelo menos, 3 semanas.

    Reconheço que aquilo que escrevi poderá ser considerado como discurso divisionista, no entanto, não era esse o meu objectivo. O objectivo era mesmo alertar para algumas reacções (algo) tardias por parte de quem nos representa. Nada mais do que isso...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...