terça-feira, 9 de outubro de 2007

Sindicato queixa-se de intimidação.

No sítio do PortugalDiário a 09/10/2007: "O Sindicato de Professores da Região Centro (SPRC) classificou hoje de «intimidatória» a visita de agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) que pediram informações sobre eventuais protestos a realizar na visita do primeiro-ministro à Covilhã, terça-feira.

«Os polícias disseram ao único funcionário que estava na sede do SPRC que era uma atitude de rotina, mas não há memória disto», refere a dirigente sindical Dulce Pinheiro.

O SPRC vai integrar terça-feira um cordão humano de vários sindicatos da CGTP na recepção do primeiro-ministro, organizado pela União de Sindicatos de Castelo Branco contra as políticas do Governo.

José Sócrates é esperado às 15:00 na Escola Secundária Frei Heitor Pinto, onde estudou, numa acção organizada no âmbito da iniciativa «Regresso à Escola», da responsabilidade da Comissão Europeia.

Segundo a sindicalista Dulce Pinheiro, «os polícias que passaram hoje de tarde pelo SPRC pediram informações sobre o que íamos fazer e arrogaram-se no direito de dar conselhos. Que tivéssemos cuidado com a linguagem, que não fosse atentatória da integridade pessoal», referiu.

«É uma atitude intimidatória e deplorável. Ainda estamos a reflectir sobre o que vamos fazer, mas é claro que nos vamos dirigir às instituições deste país», refere Dulce Pinheiro.

«Também é curioso que passem pela sede de um sindicato membro da FENPROF, querendo enrolar a estrutura sindical na contestação de que este Governo é alvo e que envolve muitos mais sectores de actividade», acrescenta.

Dulce Pinheiro garante que a visita da PSP «não condiciona em nada o protesto que está previsto».

«Somos uma organização responsável, livre e legalizada e, como tal, não nos vamos deixar intimidar», conclui.

Questionada pela Agência Lusa, fonte do comando da PSP da Covilhã disse que a visita ao SPRC «foi feita apenas para saber se há ou não algum protesto, porque, como em todas as intervenções para preservar a segurança pública são consultadas todas as entidades».

A Agência Lusa tentou ainda obter mais esclarecimentos e um comentário do comando distrital de Castelo Branco da PSP às acusações do SPRC, mas nenhum responsável estava disponível.

Para Luís Garra, coordenador da União de Sindicatos de Castelo Branco (USCB), a visita da PSP à sede da SPRC «mostra o carácter repressivo do estado policial que o PS está montar».

«No cordão humano não haverá corte de trânsito e obviamente decorrerá de forma ordeira. Não sei quantas pessoas estarão, mas vamos marcar presença onde José Sócrates entrar», garantiu."

Ver Artigo Completo (PortugalDiário)

------------------------
Não vai a bem... vai a mal! A ministra da educação descredibiliza-nos e o primeiro-ministro, intimida-nos. Na realidade este caso é demasiado grave para ser esquecido... Demasiado grave para uma país que aparenta democracia. Embora tenha nascido após o 25 de Abril de 1974, e não tenha nenhuma experiência de ditadura, creio que isto será o mais aproximado à ideia que tinha desses "tempos"! Back to the past...
-----------------------

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...