segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Nem tanto ao mar nem tanto à terra...


Comentário: Não considero que a razão se encontra em nenhum dos extremos das correntes de pensamento, isto é, nem defendo números esmagadores de TPC nem tão pouco acho que a sua eliminação seja a solução. E nestes últimos anos, tenho encontrado colegas de profissão que defendem e implementam de forma radical estas suas correntes de pensamento... 

De forma quase invariável, as críticas à ausência ou omnipresença de TPC por parte de alunos e Encarregados de Educação lá acabam por surgir. Acredito que é no meio termo que está a solução, mas também sei que a gestão de tal tarefa é complicada, porque quando agendo aos meus alunos, tarefas para casa, tenho de entrar sempre em linha de conta que não sou o único professor com aquela turma. E se os professores que defendem a ausência de TPC não incomodam, já os extremistas das tarefas de casa, por vezes tornam impraticável a implementação de algumas nas outras disciplinas. 

1 comentário:

  1. Pois, há colegas que se esquecem que os alunos têm várias disciplinas, "nem oito nem oitenta!"

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...