quarta-feira, 2 de março de 2016

Para memória futura

 
Comentário: O título do artigo resume aquilo que de uma forma ou de outra todos pensamos (embora não queiramos admitir)... E o livro do Paulo é, acima de tudo, um registo de algo que não devemos esquecer pois dificilmente será reproduzido com igual força. E se duvido da repetição, não é por não acreditar (embora acredite menos que outrora) na união dos professores, mas acima de tudo porque os nossos políticos já compreenderam que não devem hostilizar uma classe inteira e (de preferência) legislar no sentido de os manter divididos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...