segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Só em subsídio de transporte deve ser uma fortuna...

Professora percorre mais de 100 km por dia para dar aulas de Inglês

Comentário: Ou então não recebe qualquer subsídio de transporte, se não o solicitar... É que por aquilo que li na notícia, percebi que a colega esperava que o MEC lhe pagasse o subsídio, mas não compreendi de forma inequívoca que tenha feito algo (em termos legais) para o receber. Se entretanto conhecerem alguém que esteja em condições similares a esta colega, recomendo a leitura dos seguintes posts da Helena Rechena:

a) "Subsídios de Transporte - Deslocações em Serviço"

b) "Não é preciso deitar foguetes..." 

1 comentário:

  1. Estive a ler o texto indicado na a) de "Helena Rechena" onde ela diz "...A título de exemplo, refira-se que para uma deslocação de 6 km (12 Kms ida e volta) ..." a minha questão prende-se com a facto de que a escola apenas quer pagar a "ida" e não a "Volta" argumentando que depois das aulas na 2ª escola o docente vai para casa, logo não têm de pagar a volta porque naquele dia o docente não tem de voltar à 1ª escola. Esta interpretação não me parece correta dado que se me disponibilizassem um veículo da escola, ou seja da entidade patronal, eu teria de voltar a escola para entregar esse veículo.
    Gostava de saber a interpretação do Ricardo sobre este aspeto. Obrigada.
    Maria

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...