terça-feira, 10 de março de 2015

Alguém pode ingressar na carreira através de vaga de QEna ou QA?

O Bruno Gomes já havia referido (aqui) esta questão, mas parecem manter-se algumas dúvidas com alguns colegas contratados a questionarem se podem ingressar nos quadros através de um Quadro de Escola não agrupada ou Quadro de Agrupamento, uma vez que em termos de concurso externo também são consideradas as vagas não preenchidas pelo concurso interno (que todos associam exclusivamente a vagas de QEna ou QA).

A resposta possível que posso dar à questão que faz título do post, e que não passa de mera interpretação, é... Não! Não me parece que tal seja possível.

E remeto a base da minha interpretação para o ponto 5.º do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 83-A/2014, de 23 de maio (acolá), onde consta:

" O ingresso na carreira é feito através do preenchimento de vagas nos quadros de zona pedagógica".

Se o ingresso é feito através de QZP, e tentanto dar resposta à dúvida, acredito que se sobrarem vagas de QEna/QA do concurso interno deverão ser convertidas em QZP. Poderá existir outra alternativa melhor, mas neste momento - e após um dia extremamente cansativo - não vejo qual será.

6 comentários:

  1. Por favor se quem concorre em QZP ao abrigo do Decreto-Lei n.º 83-A/2014 deverá nas preferências colocar a opção Agrupamento de escolas agrupadas ou não agrupadas ou colocar Quadro de ZP para provimento AE/NAE?
    Obrigada

    ResponderEliminar
  2. Acrescento mais um ponto ao que o Ricardo disse
    Quando manifestam preferências apenas conseguem colocar codigos de QZP

    ResponderEliminar
  3. Q1 – Um professor de quadro de agrupamento que queira concorrer apenas para transitoriamente mudar de escola (Mobilidade Interna 2ª prioridade) mas que não pretenda mudar de quadro, concorre, agora, obrigatoriamente, ao Concurso Interno, ou pode concorrer apenas após a saída das listas ao Concurso de Mobilidade Interna?

    R:

    Q2 – Um professor QZP (dos antigos) tem de concorrer, agora, obrigatoriamente, ao Concurso Interno ou apenas é obrigado a concorrer à Mobilidade Interna, após a saída das Listas, caso não tenha componente letiva na escola onde está presentemente afeto, e agora não tem de fazer nada.

    R:

    Q3 – Um professor QA colocado em mobilidade 2ª prioridade numa dada escola, mantem essa colocação, caso tenha componente letiva, ou cessa a plurianualidade, em virtude de haver, no presente ano letivo, concurso interno “intercalar”?

    R:

    Obrigado pelo excelente trabalho em prol de todos os colegas,

    DP

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. R1:Pode concorrer apenas à Mobilidade Interna.
      R2:Não é obrigado a concorrer ao Concurso Interno, mas enquanto QZP terá obrigatoriamente de concorrer à Mobilidade Interna em 1a prioridade,não mantendo a colocação que tem neste momento.
      R3:Todas as colocações por Mobilidade Interna cessam com este Concurso Interno.

      Eliminar
  4. Ricardo ou quem saiba tirar-me esta dúvida existencial:
    Sou QA (grupo 400) e pretendo mudança de QA para QZP. Suponhamos, em teoria, que eu era o número um da lista graduada do meu grupo. Coloco as minhas preferências deste modo: QZP1, QZP2... até ao QZP10. Como é que eu entro em QZP se não tenho ninguém à minha frente? Não é condição necessária, neste caso concreto que alguém que já era QZP consiga colocação em QA, libertando assim a vaga do seu QZP, para que eu entre?

    ResponderEliminar
  5. Acho que encontrei a resposta para isso. Recuperação automática dessas hipotéticas vagas de QZP. Se assim não fosse, um professor no meio da lista conseguia a vaga QZP e o primeiro da lista não. Certo?

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...