quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Incongruências atrás de incongruências...

Todos nós somos um pouco loucos... Costumo tolerar bem a loucura saudável, aquela que nos espevita, que nos acorda, que nos faz raciocinar... aquela que faz parte de mim, de ti ou de mais alguém que conheces e gostas. Também não tenho por hábito provocar quem quer que seja, no entanto, quando as incongruências são demasiadas nem um "santo" resiste. Começa a ser demasiado irresistível pesquisar prosas escritas num passado recente e compará-las. Obviamente que corro o risco de purga e de não mais os encontrar, mas para isso existem outras ferramentas informáticas. A recolha já começou.


Esta será uma das possíveis comparações que poderão ser feitas, à medida que a pimenta me for (se for) chegando ao nariz. Neste post, irei comparar duas partes de dois posts do mesmo autor (embora em blogues diferentes), para que possam comparar a mudança de opinião em menos de 2 anos, relativamente à denominada prova de ingresso.

Em 1 de Dezembro de 2009:

"(...) Não se entende, também, que se obrigue um professor com vários anos de serviço e com avaliação de Bom ou de Muito Bom a realizar a prova de ingresso só porque não tem o número de anos de serviço requeridos pelo Decreto Regulamentar 3/2008. A realização desta prova por parte de docentes que já leccionam há varios anos é uma medida punitiva que revela uma enorme insensibilidade social.(...)"

Em 30 de Novembro de 2011:

"(...) Destinando-se a prova a avaliar conhecimentos para o ingresso na profissão docente, ficam isentos os professores que já ingressaram. Quem? Os professores com contrato em funções públicas por tempo indeterminado. Quem deve ser obrigado a fazer? Todos os outros.(...)"

Quem será o autor? 

7 comentários:

  1. Nem consigo imaginar quem será :)
    DAC

    ResponderEliminar
  2. De facto esta pessoa revela uma enorme insensibilidade social.
    M&M

    ResponderEliminar
  3. Ricardo
    Perguntas difíceis a estas horas, ainda por cima a um feriado!!!

    ;)

    ResponderEliminar
  4. Já sei quem foi.
    Foi o Al..., o Al..., o Alzheimer.

    Estão a falar mesmo de quê?

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Deixa ver...Hum...ESE...Não é zeco...

    ResponderEliminar
  6. Concordo com o RS.

    Deve vir do campeão das incongruências..
    Já não consigo seguir BLOGS de PROFS de comentadores com tendências políticas demasiado visíveis

    O antigo Ramiro tinha interesse

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...