quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Mais do mesmo


Comentário: Mário Nogueira refere na notícia que até Setembro de 2012 irá "mobilizar as pessoas contra medidas que podem pôr em causa, em risco sério, a escola pública, [porque] não afectam apenas os professores e os trabalhadores, mas a escola em si". Espero que sim... Espero que esta tentativa de mobilização seja efectiva... Espero ver os sindicalistas mais vezes nas escolas... Espero que algo mude relativamente ao tradicional meio de mobilização... Estou farto de escrever isto, mas continuo a considerar que seria essencial uma renovação de liderança nos sindicatos de professores e no seu modo de agir.

6 comentários:

  1. Nunca é demais esse "mais do mesmo"!

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente nunca é demais... Os anos passam e passam e tudo permanece igual a nível sindical.

    ResponderEliminar
  3. Só agora é que acordaram, pois provavelmente já vão tarde!!! Quando os contratados necessitaram de apoio, esses tipos estavam a tratar da Avaliação(não é que não seja importanto, mas não era urgente)Naquele, momento o concurso estava (e continua) todo embrulhado muitos Professores estão a passar momentos muito dificeis... Agora é que acordam, possivelmente constataram que muitos associados deixaram de pagar as quotas... Aí já é diferente... já lhes foram aos 3000euros mensais... pois a muitos de nós ficamos sem nada... Agora já interessammos para o negocio... cambada de Chu...

    ResponderEliminar
  4. Tens razão, Grego.
    Mas olha que os contratados também andavam tão entretidos com a avaliação que apetece dizer que se juntaram os rotos aos descosidos..

    Jake

    ResponderEliminar
  5. Para Jake: Estou de acordo com o que escreveste, com as óbvias excepções que podem ser feitas quando estamos perante generalizações.

    ResponderEliminar
  6. Pois apesar de serem generalizações (porque provavelmente estás colocado) a verdade é que muitos de nós professores estão a sentir o que dizes "o obvio" ou seja o desemprego. Na minha terra é habito dizer "quem não se sente não é filho de boa gente" .
    Desculpa Ricardo, mas não estou de acordo com a tua observação (nem todos são obrigagos) e falando do "routo" ao "descozido" cada um sente a dor onde ela faz ferida... neste caso existem muitos professores sem colocação devido á embrulhada que está instalada. Mas se opinão de outra forma, os SRs. lá sabem Mas tenho plena certeza que estão colocados para responderem dessa forma (façam bom proveito e já agora façam por ter boa Avaliação, os tempos estão dificeis)...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...