quinta-feira, 31 de março de 2011

Para os (extremamente) distraídos


Novos horários põem em risco emprego de milhares de professores

Comentário: Para quem pensa que a guerra esta ganha e que podemos repousar a mobilização por mais uns meses, é melhor pensar duas vezes. Não se esqueçam que a criação de novos mega-agrupamentos não parou e que apareceram novas regras para elaboração de horários. Embora não acredite que o panorama seja tão negro como Mário Nogueira quer fazer passar, o certo é que pode ser classificado como negativo e exige da nossa parte bastante atenção.

3 comentários:

  1. Fica o aviso: Atenção aos fogos, que vai deixar de haver Bombeiro!

    ResponderEliminar
  2. Mas qual o mal dos megaagrupamentos? Tanta gente sem fazer nada, não é melhor que façam alguma coisa de útil? Por exemplo dar umas aulitas aos alunos malcriados que eles agora defendem, contra os professores...
    Eu acho que está na altura de trabalharem, não é preciso tanta gente para comandar as hostes, quantos mais são, menos fazem e mais se atrapalham...

    ResponderEliminar
  3. Ó anónimo, revelas tanta ignorância. Preocupante num professor (?)... Tens filhos?

    Qual o mal dos megas? Vários:

    1) Coordenadores de Escola sem poderes disciplinares, em escolas com alunos até aos 18 anos.

    2) Durante várias horas do dia, as escolas EB23 (de gestão complicada) não têm nenhum responsável (quando o coordenador vai almoçar, quando sai ou antes de entrar. Sim, não trabalha das 8 às 18:30).

    3) Participação nula dos professores nas decisões. Tudo é decidido nas escolas-sede.

    4) Ausência de união entre professores, dentro do mesmo grupo disciplinar. Conhece algum mega onde tenha existido uma forte contestação à actual ADD?

    5) Nenhum dos melhores sistemas educativos tem esta coisa de mega-agrupamentos.

    - - - - -

    Acrescento:

    Tenho um filho num dos novos megas do Porto, no caso o Rodrigues de Freitas, e o ambiente piorou tanto, que me vi obrigada a pré-inscrever o meu filho num privado (Grande Colégio Universal), que sempre abominei.

    Ah! e tenho nome, sou a Olga Laranjeira e sou professora no Conservatório de Música do Porto.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...