segunda-feira, 11 de junho de 2007

Fernando Charrua tem provas de «graçolas» sobre Sócrates.

No site do Diário Digital a 10/06/2007: "O professor suspenso pela Direcção Regional de Educação do Norte (DREN), Fernando Charrua, por alegadamente ter gracejado da licenciatura do primeiro-ministro, afirmou este domingo ter provas de que a directora regional também brincou com o diploma de José Sócrates.

Numa nota enviada à Lusa, Charrua especifica que a directora regional de Educação do Norte, Margarida Moreira, proferiu «várias graçolas dirigidas ao primeiro-ministro e ao seu diploma», num jantar realizado a 27 de Abril na Escola EB 2/3 do Cerco do Porto.

«No decurso do, entre várias graçolas dirigidas ao chefe do Governo e à sua licenciatura, Margarida Moreira proferiu que,« com o programa Novas Oportunidades, Sócrates resolveria o assunto, pois fica logo certificado!», refere o professor.

Para o docente, «esta história não teria importância» se não fosse o caso de ele ter sido punido pela directora regional «com suspensão preventiva, processo disciplinar, participação ao Ministério Público e fim da requisição na DREN por ter proferido uma graçola sobre a licenciatura do primeiro-ministro e a forma com foi obtida», frisando que o seu comentário «foi feito em privado, dentro das quatro paredes de um gabinete, a um amigo de longos anos e à hora do almoço».

«Bem diferente é o caso da directora, que, em público, gracejou acerca do mesmo assunto», salientou, acrescentando que Margarida Moreira «se encontrava no jantar como representante da ministra da Educação e do Governo português», tendo os seus comentários sido ouvidos pela pela presidente do Conselho Executivo, Maria José Tavares, e pelo vereador da Educação da Câmara do Porto, Vladimiro Feliz, mas também por alunos, pais e professores, que participaram no jantar de homenagem ao Grupo de Ginástica Acrobática.

«Se dúvidas ainda houver, possuo provas quanto a datas, testemunhas e quanto ao que ali foi proferido», frisou. A polémica em torno da licenciatura de José Sócrates em engenharia civil na Universidade Independente foi aberta após um trabalho publicado pelo jornal Público, a 22 de Março, no qual se dava conta de alegadas contradições, omissões e documentos não assinados no processo de licenciatura do primeiro-ministro.

O primeiro-ministro explicou esta polémica em torno da licenciatura e respectivas habilitações académicas numa entrevista a 11 de Abril na RTP e, um dia depois, o PS deu por encerrada esta questão após os esclarecimentos de Sócrates na televisão."

Ver Artigo Completo (Diário Digital)

1 comentário:

  1. Por favor, visitem, comentem e divulguem: http://tribunalinfernaleducativo.blogspot.com
    A equipa da iniciativa agradece.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...