quinta-feira, 24 de maio de 2007

A colocação dos docentes agravou-se.

No jornal Público de 24/05/2007: "O tempo e o processo de determinação dos lugares docentes para colocação dos professores que integram os quadros de zona pedagógica agravaram, neste ano lectivo, a tradicional deslocação de docentes para longe das suas famílias.

Conhecem-se muitas situações de professores que atravessam diariamente o distrito de Viseu, percorrendo, nalguns casos, mais de 250 quilómetros por dia. Ora, como facilmente se compreende, uma tal situação está a provocar problemas que em nada contribuem para a qualidade da educação. O cansaço óbvio, as dificuldades financeiras decorrentes de tão longas deslocações, a insatisfação profissional dos docentes por não conseguirem desenvolver o seu trabalho como gostariam e com o tempo que habitualmente lhe dedicavam, a pressão acentuada do stress, o recurso a antidepressivos são alguns dos ingredientes desta situação que inferniza a vida dos professores e em nada contribui para a qualidade e solidez do trabalho docente.

Os governantes e os comentadores ao seu serviço podem continuar a denegrir a imagem profissional dos professores, mas acredito que, se conhecessem de perto os dramas pessoais e familiares de muitos profissionais da educação, mudariam inevitavelmente de opinião. E a verdade mais cedo se sobreporia à espuma dos acontecimentos."

Ver Artigo Completo (Jornal de Notícias)

Pois... Nada que já não soubéssemos! Serve de pouco consolo ler uma notícia destas, principalmente quando quem nos governa, não quer saber dos seus funcionários e dos seus problemas. Já agora leiam também esta notícia: Calvário diário de quatro professoras (Jornal de Notícias)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...