segunda-feira, 27 de novembro de 2006

FNE quer que agressões a professores sejam crime público.

No site do Diário Digital a 25/11/2006: "A Federação Nacional dos Sindicatos da Educação (FNE) defendeu hoje, em Coimbra, uma alteração na legislação para que as agressões aos professores passem a ser consideradas crime público.

"É o Ministério Público que deve assumir a apresentação da queixa (por agressão) e a defesa do professor", defendeu o secretário-geral da FNE, João Dias da Silva, no final de uma reunião do conselho geral.

Em conferência de imprensa após a reunião, o dirigente sindical observou que, "muitas vezes, por receio de represálias, os professores sentem-se coibidos de fazer queixa".

"É necessário que o professor sinta confiança e segurança quando entra na escola e que sinta que está protegido por legislação que lhe permite exercer a sua autoridade", realçou ainda João Dias da Silva.

Na perspectiva do secretário-geral da FNE, esta alteração legislativa é necessária para que se verifique "um reforço da autoridade dos professores"."

Ver Artigo Completo (Diário Digital)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...